Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Dilma e mensalão serão alvos de protestos em desfile da pátria

7 SET 12 - 07h:13TERRA

Os movimentos sociais aproveitarão os desfiles de 7 de Setembro, que concentra um alto número de autoridades, inclusive a presidente Dilma Rousseff, como palco para reivindicações em Brasília. Marcha contra a Corrupção, Grito dos Excluídos e até protesto por reajuste salarial são esperados.

Enquanto a presidente estiver assistindo à parada militar do Dia da Independência, uma marcha com cerca de 10 mil pessoas deverá fazer um percurso, que passará a uma distância de aproximadamente 300 m das autoridades, protestando contra a corrupção. O grupo ganhou notoriedade por não ser ligado a partidos políticos e ter nascido de movimento nas redes sociais.

As principais demandas do grupo são a condenação dos réus do julgamento do mensalão, o fim do voto secreto no Congresso Nacional e a extensão da Lei da Ficha Limpa para cargos comissionados. O trajeto será de quase 3 km - distância que separa o Museu Nacional da Praça dos Três Poderes.

"É uma luta do povo. Quem é contra a corrupção é bem vindo. Acho que, de um ano para cá, conseguimos muita coisa, como por exemplo, a aprovação da Lei da Ficha Limpa. Ainda há muito o que conquistar", disse Luciana Kalil, uma das organizadoras da marcha, que começou o movimento por meio do Facebook. Ela acredita que, a exemplo do ano passado, muitas pessoas que irão assistir ao desfile acabarão participando da marcha.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Canadá bate Nova Zelândia <br>e avança às oitavas do Mundial
COPA DO MUNDO FEMININA

Canadá bate Nova Zelândia e avança às oitavas do Mundial

Venezuela e Peru estreiam com 0 a 0 para 13 mil pessoas na Arena Grêmio
COPA AMÉRICA

Venezuela e Peru estreiam com 0 a 0 para 13 mil pessoas

RIO DE JANEIRO

Witzel sugere explodir com míssil traficantes armados; oposição reage

Em MS, 31,4 mil devem atualizar cadastro para ter desconto na energia
CATEGORIA RURAL

Mais de 31 mil devem atualizar cadastro para desconto na luz

Mais Lidas