quinta, 19 de julho de 2018

DIREITOS HUMANOS

Dilma discutirá hoje carta sobre iraniana

18 JAN 2011Por AGÊNCIA BRASIL00h:00

A presidente Dilma Rousseff analisará hoje (18) o conteúdo da carta enviada pela deputada iraniana Zohreh Elahian, presidente da comissão de direitos humanos do parlamento iraniano, que trataria sobre a suspensão do enforcamento de Sakineh Ashtiani. A presidente conversará sobre o conteúdo da carta com o assessor especial para assuntos internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia.

Agências internacionais afirmaram que a carta informa à presidente a suspensão da condenação por enforcamento e a conversão da pena de morte em dez anos de prisão. A iraniana foi condenada à morte por adultério e por possível participação no assassinato do marido.

Apesar de não dar mais detalhes sobre o conteúdo da carta, o Ministério das Relações Exteriores confirma que o documento saiu do Itamaraty rumo ao Palácio do Planalto. Também informou que ela estaria sendo traduzida do inglês para o português e que a presidente só se manifestará sobre o assunto após a tradução e o despacho com Garcia.

O responsável jurídico do Irã pelo processo de execução de Sakineh anunciou ontem (17) que a pena não foi suspensa. O chefe do Departamento de Justiça do Azerbaijão Oriental Hojjatoleslam, Malek Ajdar Sharifi, afirmou que o processo de Sakineh ainda aguarda julgamento e decisão final. A autoridade negou alterações na ação.

Leia Também