Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

CARBOIDRATO ZERO

Dilma adota dieta alimentar rígida

5 FEV 2011Por FOLHA09h:00

Com quilos a mais na balança depois da campanha e da montagem ministerial, a presidente Dilma Rousseff aproveitou o primeiro mês no cargo para tentar recuperar a silhueta pré-eleitoral.

A presidente aderiu agora a uma dieta rígida em que corta o consumo de carboidratos --estratégia que seu antecessor usava quando precisava enxugar medidas. Segundo assessores, ela já perdeu quatro quilos.

A mais famosa dieta de restrição total de carboidratos é a de South Beach, desenvolvida por um cardiologista da Flórida. Na primeira fase, aconselha a eliminação de frutas do cardápio, além de todas as massas e pães.

Dilma, entretanto, não tem sido tão radical, segundo pessoas próximas. Mas, nos almoços do Palácio do Planalto, se limita a carnes, legumes e saladas.

Na Granja do Torto, residência oficial, ela tenta potencializar o efeito da dieta com caminhadas matinais e exercícios com pesos.

A diferença já pode ser notada por quem presenciou suas últimas aparições.

MODELITOS

Nas últimas semanas, a presidente também voltou a usar em pelo menos uma ocasião blusas estampadas e bufantes como as de antes do período de campanha.

Segundo assessores, Dilma continua vestindo modelos do ateliê da gaúcha Luísa Stadtlander, apesar do assédio de estilistas renomados.

Na campanha, sua assessoria chegou a assinar contrato com o estilista Alexandre Herchcovitch. A então candidata, entretanto, não gostou de suas sugestões.

Há poucas semanas, em encontro com o diretor da São Paulo Fashion Week, Paulo Borges, a presidente aceitou a proposta de receber peças sugeridas por outros nomes da moda brasileira.
 

Leia Também