CASAS

Dicas de especialistas ajudam a organizar banheiros pequenos

Dicas de especialistas ajudam a organizar banheiros pequenos
27/06/2012 00:00 - TERRA


Banheiros pequenos são um desafio para a organização, pois não têm muitos lugares para guardar coisas. Algumas estratégias, no entanto, ajudam a otimizar o espaço desse cômodo, definindo, inclusive, o que deixar ali e o que colocar em outro lugar. A personal organizer Irene Cristina Loureiro, da Benfatto, faz um alerta logo de saída: remédios, perfumes e maquiagens tem de ficar fora do ambiente. “Quanto menor o banheiro, maior a oscilação de temperatura quando se toma banho, e esses produtos podem estragar.”

A também personal organizer Carine Rennó, da Questão de Ordem, por sua vez, recomenda que apenas o essencial fique no cômodo. São coisas para higiene pessoal e bucal, papel higiênico e produtos para pele e cabelo. “Guardar todas as toalhas no banheiro ocupa muito espaço, e ali só tem de ficar a que se está usando”, diz. O problema, no entanto, pode ser não ter lugar para colocar as coisas. Por isso, Irene Cristina Loureiro lembra que existem vários produtos organizadores para banheiros pequenos. São suportes com ventosas, carrinhos com rodinhas e cestas para pendurar na parede. Nem é preciso furar a parede para usá-los, o que os tornam muito práticos. Os objetos, por sua vez, devem ser agrupados de acordo com a frequência de uso.

Algumas opções arquitetônicas também ajudam a economizar espaços nos banheiros pequenos. Carine Rennó recomenda que se utilize portas de correr na entrada e no box. Colocar um armário atrás do espelho também representa um lugar a mais para guardar coisas. Além disso, cores claras também dão a sensação de amplitude no ambiente.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".