PODER JUDICIÁRIO

Diário da Justiça publica ensalamento para concurso

Diário da Justiça publica ensalamento para concurso
18/08/2012 08:00 - da redação


Publicado ontem (17),  o Diário da Justiça de segunda-feira (20) traz o Edital nº 06 do VI Concurso Público de Provas para provimento de cargos públicos da estrutura funcional do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul contendo o ensalamento dos candidatos. A prova escrita será realizada no dia 26 de agosto em Campo Grande, Dourados, Corumbá, Aquidauana, Coxim, Jardim, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

O ensalamento contém dois anexos: o primeiro por ordem alfabética dos nomes dos candidatos e o segundo contendo os locais de prova. O edital traz ainda informações detalhando os endereços dos locais de realização das provas, em face da indicação dos candidatos, no ato da inscrição.

Além do Diário da Justiça, os locais as informações sobre os locais de ensalamento serão publicadas no site www fadems.org.br.

O candidato deve apresentar-se nos locais de prova com 30 minutos de antecedência do horário fixado para fechamentos dos portões, que acontecerá, impreterivelmente, às 8 horas, não sendo admitido o acesso do candidato às dependências do local de prova após esse horário, sob nenhuma hipótese.

O horário a ser seguido é o oficial de Mato Grosso do Sul.

LEIA O DIÁRIO OFICIAL DA JUSTIÇA CLICANDO AQUI

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".