Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Dia Internacional é marcado por movimentos pró-mulheres

Dia Internacional é marcado por movimentos pró-mulheres
08/03/2014 11:00 - TARYNE ZOTTINO E LUCIA MOREL


O Dia Internacional da Mulher está sendo marcado por movimentos que lutam pelos direitos das protagonistas da data. A Patrulha Maria da Penha foi lançada na manhã de hoje (8), na Praça do Rádio Clube, em Campo Grande, e começa a ser utilizada, com foco nas mulheres que já são atendidas em medidas protetivas. De acordo com Jaqueline Romero, secretária municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, o objetivo é evitar futuras agressões. Caso se sintam ameaçadas ou correndo o risco de agressão, as vítimas poderão entrar em contato por um telefone restrito e acionar a Guarda Municipal. Secretaria de Saúde, Defensoria Pública, Ministério Público e Guarda Municipal são parceiros na iniciativa. 

A Defensoria participou do evento "Mulheres em Ação", também na praça. As defensoras Edmeiry Silara Broch Festi e Graziele Carra Dias Ocáriz fizeram atendimentos para esclarecer os tipos de violência doméstica, além de prestar orientações jurídicas.

No canteiro central da Avenida Afonso Pena, integrantes da Central Única de Trabalhadores (CUT) se reuniram para enfatizar o pedido de que a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) funcione 24 horas. Cruzes foram fincadas na grama para relembrar as mulheres que morreram vítimas da violência. 

Na Rua Pedro Celestino, com a Afonso Pena, teve início nesta manhã uma blitz educativa da Polícia Militar, que segue durante todo o dia, com a distribuição de panfletos contendo dicas de segurança específicas para mulheres, lista com telefones para emergências e dos Centros de Atendimento à Mulher. 

Contra a violência

Um grupo da ONG “Mães da Fronteira” esteve na Praça Ary Coelho, distribuindo rosas brancas e pedindo para que as pessoas se associem ao movimento contra a violência em geral. 

Matéria atualizada às 13h18min para acréscimo de informações

Confira nossa galeria com fotos de Gerson Oliveira

Felpuda


Espalhar notícias ruins tornou-se muito mais rápido com o uso da tecnologia, e, além disso, não se trata mais de ações dos adversários. Isso é o que pôde ser visto ultimamente, quando a tchurminha do “aliado” tratou de deixar muita gente informada sobre o que a chamada "grande imprensa” tinha publicado, enviando notícias pelo WhatsApp e postando nas mídias sociais. E assim caminha a humanidade...