Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ÁFRICA DO SUL

Dezenas de mineiros ficam presos após jazida desabar

16 FEV 14 - 13h:45FOLHA PRESS

Os serviços de emergência da África do Sul tentam resgatar hoje dezenas de mineiros que ficaram presos em uma jazida ilegal de ouro em Benoni, a 30 km de Johannesburgo.

Os socorristas conversam com um grupo de 30 mineiros que entrou na mina abandonada, cujos direitos de exploração são da empresa chinesa Gold One. Os mineiros presos dizem que a saída foi bloqueada por grandes pedras.

O porta-voz dos serviços de emergência locais, Werner Vermaak, afirmou que entrou em contato com o grupo preso e que os mineiros dizem ter mais um grupo, com mais de 200 pessoas, também preso em um local mais profundo da jazida.

O representante diz que, até o momento, não há informações sobre feridos. As equipes de segurança levaram diversos guindastes e máquinas para retirar as pedras. A expectativa é de que eles sejam libertados até o fim do dia.

O porta-voz da companhia detentora dos direitos de exploração, Grant Stuart, disse que os mineiros ficaram presos em uma área de ventilação não utilizada pela companhia e que foi fechada com concreto.

Para o representante da empresa, os mineiros desabaram a barreira quando cavaram um túnel ao lado da área de ventilação, que desmoronou. Ele ainda apontou as fortes chuvas dos últimos dias na região como um dos combustíveis para o acidente.

A mineração ilegal é comum na África do Sul, em que operários tentam captar minérios para vender, apesar das condições de trabalho precárias e perigosas. É comum a ocorrência de acidentes fatais, assim como brigas entre grupos rivais dentro das minas.


 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Pan, BMG e Bradesco lideram ranking de reclamações contra bancos do BC

ECONOMIA

Superintendência do Cade decide arquivar inquérito contra bandeiras de cartões

BRASIL

Quadrilha desviava cartões de crédito remetidos pelos Correios

Estado restaura as MS-164 e MS-384, vias de escoamento e integração da fronteira
TRANSPORTES

Estado restaura as MS-164 e MS-384, vias de escoamento e integração da fronteira

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião