Quarta, 13 de Dezembro de 2017

ÁFRICA DO SUL

Dezenas de mineiros ficam presos após jazida desabar

16 FEV 2014Por FOLHA PRESS13h:45

Os serviços de emergência da África do Sul tentam resgatar hoje dezenas de mineiros que ficaram presos em uma jazida ilegal de ouro em Benoni, a 30 km de Johannesburgo.

Os socorristas conversam com um grupo de 30 mineiros que entrou na mina abandonada, cujos direitos de exploração são da empresa chinesa Gold One. Os mineiros presos dizem que a saída foi bloqueada por grandes pedras.

O porta-voz dos serviços de emergência locais, Werner Vermaak, afirmou que entrou em contato com o grupo preso e que os mineiros dizem ter mais um grupo, com mais de 200 pessoas, também preso em um local mais profundo da jazida.

O representante diz que, até o momento, não há informações sobre feridos. As equipes de segurança levaram diversos guindastes e máquinas para retirar as pedras. A expectativa é de que eles sejam libertados até o fim do dia.

O porta-voz da companhia detentora dos direitos de exploração, Grant Stuart, disse que os mineiros ficaram presos em uma área de ventilação não utilizada pela companhia e que foi fechada com concreto.

Para o representante da empresa, os mineiros desabaram a barreira quando cavaram um túnel ao lado da área de ventilação, que desmoronou. Ele ainda apontou as fortes chuvas dos últimos dias na região como um dos combustíveis para o acidente.

A mineração ilegal é comum na África do Sul, em que operários tentam captar minérios para vender, apesar das condições de trabalho precárias e perigosas. É comum a ocorrência de acidentes fatais, assim como brigas entre grupos rivais dentro das minas.


 

Leia Também