Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Dez anos sem o Dr. Metello

Dez anos sem o Dr. Metello
26/07/2010 08:03 -


Há dez anos, no mês de julho partiu para a eterna morada o nosso companheiro de lutas na defesa da classe, o Dr. Metello.
Sem dúvida nenhuma, foi o maior e mais competente defensor do produtor rural aqui no Estado de Mato Grosso do Sul.
Isto quer como presidente da Acrissul, quer quando dirigiu o Sindicato Rural de Campo Grande e, completando sua luta, quando eleito presidente da FAMASUL.
Havia no Estado várias entidades de classe que nos defendiam lá no Congresso Nacional. Mas, em verdade, quem segurou o boi da aspa, quando da elaboração da nova Constituinte, foi o Sindicato Rural de Campo Grande. Lá, naqueles momentos históricos, aconteceram FATOS que nem dá pra contar.
Foi criada, pelo Sindicato Rural de Campo Grande, uma comissão, composta pelo Dr. Metello, Zé Pereira e Sylvio Amado, encarregada de angariar fundos para levar gente para Brasília com a finalidade de apoiar, na Constituinte, os nossos deputados e senadores.
Mas os 3 mosqueteiros foram à luta e, em pouco tempo, já se tinham conseguido fundos para a marcha até Brasília.
Noventa por cento desses fundos, conseguidos para lutar na Constituinte contra a baderna, foram angariados pelo sindicato rural no comando do José Pereira, o Dr. Metello e fui eu que fiz uma lista de 100 proprietários rurais que tinham peso para doar 30 bezerros cada um. Era a quantia mínima que se aceitava.
Com esses fundos conseguimos levar um verdadeiro batalhão para lutar no Congresso, por uma Constituinte que garantisse nossos direitos.
Pessoa importante nesta verdadeira guerra foi Dona Elza Dória. Ela conseguiu um toldo de circo, montou uma comitiva e em Brasília ergueu o nosso rancho, no Parque da Cidade: lá havia comida boiadeira, ótima, aliás, e ninguém reclamava.
Embaixo deste toldo, acampou muita gente importante, logicamente Dona Elza, que começou tudo, e, além dela, o Dr. Metello, a Dona Yvone, o Dr. Abrão Stembruck com a mulher Nicete, e uma leva de companheiros, os Borges, Mauro e Jarbas, José Armando e centenas de companheiros.
Se eu fosse contar tudo que aconteceu durante a Constituinte daria um livro bem gordo e sairia cada coisa!
Eh !... Dr. Metello, os seus companheiros sempre se lembram do senhor com muita saudade e agradecidos pelas batalhas que o senhor enfrentou, defendendo o nosso sagrado direito de propriedade, nossas fazendas.
Um adeus amigo.

*Sylvio Amado, produtor rural, sindicalista e presidente fundador da Famasul.

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!