Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sábado, 16 de fevereiro de 2019 - 15h33min

Detran tentará leiloar 8,4 mil sucatas

18 MAR 10 - 02h:00
Até o fim deste ano, o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS) pretende leiloar 8,4 mil sucatas que estão em 77 pátios espalhados pelo estado. A medida faz parte do processo para acabar com o grande número de carros e motos que são apreendidos e os proprietários não regularizam a situação para retirá-los. Somente em Campo Grande são 3,4 mil unidades. O primeiro leilão da Capital acontece na próxima quinta-feira, com 250 carros; em seguida, serão 300 motos ofertadas na concorrência pública, ainda sem data definida. Já são onze sessões programadas também no interior do estado. Duas medidas adotadas proporcionam a agilidade nos procedimentos e desburocratização, informou o diretor do Detran/MS, Carlos Henrique dos Santos Pereira. Uma delas é adoção de processos virtuais e também a redução para 90 dias do tempo estabelecido para que o dono reivindique seu bem móvel. “Com a virtualização, reduzimos um processo que durava 20h para apenas sete minutos por veículo”, afirmou. O carro guinchado hoje pode levar apenas 90 dias para ser ofertado no leilão, situação bastante diferente de veículos que somam mais de 20 anos encostados e depreciados nos pátios do Departamento Estadual de Trânsito. Mudanças foram promovidas na forma de cobrança das diárias desses carros e motos que são esquecidos pelos proprietários e, depois de certo tempo, criavam dívidas exorbitantes. Nos primeiros 21 dias após a apreensão do veículo não são cobradas taxas. Ela só vale para os 30 dias seguintes (do 22º ao 51º dia após a apreensão), sendo R$ 3,5 por dia para motos e R$ 13,99 por dia para carros. Passado esse período, a contagem de diárias fica novamente suspensa. Em 90 dias, sem a manifestação do proprietário, o bem já está em condições de ser leiloado. Pendências judiciais A operação para limpar as dependências do Detran-MS começou no ano passado, com o lançamento do Pátio Verde. À época, 2,4 mil veículos foram resgatados pelos donos, com isenção das diárias devidas. Agora, os leilões que serão realizados devem abranger, também, as unidades com pendências judiciais na Justiça do Trabalho, Civil e Penal, que somam cerca de 1,3 mil. A exemplo do que ocorre com bens de traficantes apreendidos pela Justiça federal, a intenção do órgão estadual é promover leilões especiais. Os valores arrecadados seriam depositados em conta especial e, em caso de decisão judicial, a pessoa receberia o dinheiro. “No pátio, o valor do carro sofre depreciação”, destacou o diretor do Detran.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Familiares de mulher que teve o corpo furtado realizam terceiro sepultamento com medidas de seguranç
FIM DA ANGÚSTIA

Familiares de mulher que teve o corpo furtado realizam terceiro sepultamento

MEIO AMBIENTE

Ministro contraria Ibama e diz que plantação em área indígena não é ilegal

Ambulância é arrombada e furtada  em pátio da Central de Regulação
CAMPO GRANDE

Ambulância é furtada em pátio da Central de Regulação

Goleiro Jefferson afirma não ter sido chamado para seleção por racismo
FUTEBOL

Goleiro Jefferson afirma não ter sido chamado para seleção por racismo

Mais Lidas