Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Desmatamento contribuiu para as mortes

20 JUL 10 - 08h:17
A mortalidade dos bovinos, principalmente da raça nelore, registrada nas regiões sul e oeste de Mato Grosso do Sul, poderia ter sido evitada ou, pelo menos, minimizada, se os proprietários tivessem mantido os 20%, 35% ou 80%, de acordo com a região e o tipo de vegetação de reserva de mata nativa estabelecidos pela lei.
De acordo com especialistas, a falta de cobertura vegetal retira uma certa proteção natural contra o vento e faz com que os animais fiquem expostos às ações do tempo. “Onde mais se perderam animais foi nas áreas de antigas lavouras e que, por isso, não tem a cobertura vegetal. Se tivesse os capões de mato, por exemplo, os animais não ficariam desprotegidos”, avaliou a diretora da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), Maria Cristina Carrijo.
De acordo com o chefe de proteção ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos em Mato Grosso do Sul (Ibama/MS), Luiz Augusto Benatti, a mortalidade dos animais “com certeza tem relação” com a falta das árvores da vegetação nativa. “Os animais estão em uma pastagem degradada, em situação ruim e quando vem o frio, fica complicado”, explicou Benatti.
Segundo ele, a fiscalização das reservas legais em propriedades do Estado fica a cargo do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul). O Ibama, que é um órgão federal, só atua quando fica constatada ausência de atuação do Estado ou casos que configuram crimes mais graves. (BG)
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Condenada rede de fast food a indenizar cliente por mandíbula quebrada

Calor e pancadas de chuva nesta segunda-feira em MS
TEMPO

Calor e pancadas de chuva nesta segunda-feira em MS

Há 30 anos com doença, paciente é sómbolo da luta contra o câncer
CORREIO B

Há 30 anos com doença, paciente é sómbolo da luta contra o câncer

CORREIO B

'Não foi fácil', diz Sandy após cantar doente em São Paulo

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião