domingo, 15 de julho de 2018

SAÚDE

Desmamar o filho só aos 6 meses aumenta risco de alergia

14 JAN 2011Por VEJA ONLINE11h:49

Uma nova pesquisa britânica coloca em xeque as tradicionais orientações de que a alimentação de um bebê deve ficar restrita ao leite materno durante os seis primeiros meses de vida. Para os estudiosos, isso pode aumentar os riscos de alergias alimentares e até deficiências nos níveis de ferro da criança. Segundo eles, uma dieta variada e que pode incluir até alguns sólidos deve começar já aos quatro meses.

Há 10 anos, no entanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) defende que todos os bebês devem consumir apenas leite materno até os seis meses. Mas a coordenadora do estudo recente, Mary Fewtrell, diz que a recomendação é válida somente para os países em desenvolvimento, onde o acesso à água tratada e a alimentos seguros é limitado. “Diversos países desenvolvidos, incluindo 65% dos membros da União Europeia, escolheram não seguir essa recomendação”, explicou ela.

Dieta sólida - De acordo com as recomendações da OMS, o leite materno é importante porque reduz o risco de infecções e combate problemas de crescimento. Uma revisão de 33 estudos, no entanto, não encontrou evidências concretas para evitar a introdução de alimentos sólidos na dieta da criança antes dos seis meses. Em 2007, um estudo americano apontou um aumento nos casos de anemia nos bebês que só recebiam o leite materno, quando comparados àqueles que tinham uma dieta variada

Leia Também