Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

taxa

Desemprego no Japão atinge mínima em 2 anos

29 MAR 2011Por ESTADÃO08h:41

TÓQUIO - A taxa de desemprego no Japão caiu em fevereiro para o menor nível dos últimos dois anos, enquanto as vendas no varejo aumentaram e os gastos dos consumidores diminuíram. Economistas alertaram, porém, que o desemprego pode subir nos próximos meses à medida que os problemas provocados pelo terremoto e pelo tsunami do último dia 11 impedirem as empresas de fazerem novas contratações.

A taxa de desemprego caiu para 4,6% em fevereiro, segundo o Ministério de Relações Internas e Comunicações do Japão. O resultado foi melhor do que a taxa de 4,9% esperada pelos economistas. Dados separados divulgados pelo Ministério do Trabalho mostraram que a proporção entre empregos disponíveis e candidatos melhorou levemente para 0,62, de 0,61.

Os números de fevereiro não incluíram as prefeituras de Iwate, Miyagi e Fukushima - as mais atingidas pelo desastre do começo deste mês - em razão de dificuldades de transporte que impediram autoridades regionais de enviarem seus dados para Tóquio para serem incluídos nas estatísticas nacionais.

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria informou que as vendas no varejo cresceram 0,1% em fevereiro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. O ganho foi principalmente devido às fortes vendas de combustíveis e alimentos. Em janeiro, as vendas no varejo também haviam crescido 0,1%. As vendas de varejistas de grande escala cresceram 0,5%, em comparação com fevereiro de 2010, após ajustes pela quantidade de lojas.

Já os gastos dos consumidores caíram 0,2% em fevereiro ante fevereiro do ano passado, pior do que as estimativas dos economistas de que ficariam estáveis. A propensão para consumo, que mede o volume de renda disponível que as famílias gastam, recuou 1,4 ponto porcentual, para 71,5%. As informações são da Dow Jones.

 


 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também