quinta, 19 de julho de 2018

SEGURO-DESEMPREGO

Desempregados passam a noite na fila em MT

15 JAN 2011Por ESTADÃO06h:30

Centenas de trabalhadores desempregados de Mato Grosso estão passando a noite nas portas das unidades municipais do Sistema Nacional de Emprego (Sine) na tentativa de dar entrada no pedido de seguro-desemprego.

O problema já virou caso de polícia, que teve de intervir para conter brigas nas filas. A superintendente substituta do Ministério do Trabalho e Emprego em Mato Grosso, Mônica Luiza do Amaral, admite que a situação é resultado da burocracia do próprio sistema.

O quadro é mais complicada em Cuiabá e Várzea Grande, cidade vizinha à capital. A superintendente diz desconhecer que as pessoas estejam dormindo nas filas. "Sabemos que eles estão chegando bem cedo, de madrugada. Brasília também sabe, mas não que eles estavam dormindo em filas".

O coordenador do Sine de Várzea Grande, Ivonir Caetano Rosa, confirmou que há trabalhador que pernoita na fila para conseguir uma senha. Já a Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Cidadania, informou por meio de sua assessoria que "está dentro da normalidade".

Tecnologia

Para Caetano, o problema acontece por dois motivos: a implantação de um novo sistema de solicitação do benefício e pelas demissões coletivas nesta época do ano. "A empresa demite um grupo de trabalhadores e meses depois contrata uma parte destes trabalhadores, novamente", explica.

Antes da implantação do sistema do seguro-desemprego via web, em 22 de novembro do ano passado, os pedidos não dependiam da internet. O Sine conseguia atender entre 60 e 70 pedidos por dia. Caetano disse que a formação da fila começou porque são poucas senhas e, por isso, os trabalhadores desempregados passaram a chegar mais cedo para conseguir um número. Hoje, são apenas 46 pessoas por ordem de chegada.




Leia Também