Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

Sidrolândia

Desembargadora derruba liminar e mantém terenas acampados

21 MAI 2011Por Região News08h:02

A desembargadora Cecília de Mello, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, derrubou a liminar que havia sido concedida na primeira instância da Justiça Federal, em Campo Grande, na sexta-feira.

A decisão desobriga os 1.500 terenas acampados na Fazenda 3 R de deixarem hoje às 13 horas a propriedade de 1.200 hectares. A decisão da desembargadora federal foi em recurso proposto pela FUNAI (Fundação Nacional do Índio) contra a concessão da reintegração de posse.

A família Bacha, proprietária da fazenda, alega no pedido de liminar que havia sido concedida, que está na região desde a década de 60, antes da Constituição de 88 que determinou a demarcação de terras indígenas comprovadas, e que existe ainda dúvida se, de fato, a área em questão é mesmo de ocupação histórica da etnia Terena.

Os donos da fazenda afirmam, ainda, que os índios estão praticando atos de hostilidade. Eles teriam destruído a cerca da propriedade e matado animais, por exemplo.

Leia Também