Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

decisão

Desembargador mantém Cruz na presidência do PP

15 MAR 11 - 17h:34vivianne nunes

O desembargador e relator do agravo, Julizar Barbosa Trindade, decidiu hoje manter a liminar que reconduziu o presidente do PP, Antônio Cruz, ao cargo depois de ter sido afastado do partido sob várias acusações de desvio de dinheiro e desmandos. Já o desembargador Paulo Alfeu Puccinelli, pediu vistas do processo e os desembargadores João Batista da Costa Marques e Tania Garcia de Freitas Borges ainda não votaram. Dessa forma, Cruz continua sendo o presidente do partido.

Para o vice presidente do PP, Luis Pedro Guimarães, o desembargador Alfeu Puccinelli pediu vistas do processo porque não acha que seja dessa maneira que se conduz a situação. “Isso seria uma decisão do partido e não da Justiça”, alegou o vice. “O que mais me deixa preocupado é que o partido deu férias coletivas de trinta dias e agora deu mais trinta. Os funcionários estão para fora e ele trocou até as fechaduras”, alertou.

De acordo Luis Pedro são oito membros do partido contra ele e 98 das executivas municipais. “Ele quer fazer o mesmo que fez com o PTB quando afundou o partido com uma atitude totalmente ditatorial”, desabafou o vice-presidente.

Antônio Cruz foi destituído do partido em janeiro deste ano e na ocasião, Luiz Pedro foi quem assumiu o cargo.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Maia pede ao STF liberação de R$ 1 bi de fundo da Petrobras para queimadas

BRASIL

Governo federal autoriza operação das Forças Armadas em Roraima

BRASIL

Bolsonaro fará pronunciamento oficial sobre incêndios na Amazônia

BRASIL

Raquel contraria PF e pede arquivamento de inquérito contra Collor

Mais Lidas