quinta, 19 de julho de 2018

TURISMO

Desejo de viajar para fora do país bate recorde

25 FEV 2011Por INFOMONEY21h:06

Os destinos nacionais estão na lista das preferências dos consumidores que pretendem viajar nos próximos seis meses. Contudo, a vontade de viajar para o exterior vem crescendo ao longo dos anos, mostra levantamento realizado pela FGV (Fundação Getulio Vargas) e divulgado pelo Ministério do Turismo nesta semana.

Segundo a pesquisa, o desejo de visitar destinos turísticos nacionais alcançou em janeiro deste ano 72,6% dos pesquisados – a menor taxa para o mês da série histórica, iniciada em setembro de 2005. Já a vontade de viajar para o exterior atingiu 25,5% dos entrevistados – a maior para o período.

Os dados mostram que o percentual de brasileiros que desejam conhecer destinos nacionais variou entre altas e quedas ao longo dos anos, considerando o mês de janeiro, ao passo que a vontade de sair do Brasil vem crescendo gradativamente.

Em janeiro de 2006, o desejo de viajar dentro do País atingiu 78,8% dos consultados. O percentual foi para 78%, em 2007, evoluiu para 82,2%, em 2008, mas caiu para 76,1%, em 2009, voltando a subir para 80,4%, em 2010. Já a vontade de viajar para o exterior passou de 14,9%, em janeiro de 2006, para 15% no mesmo mês de 2007, 15,1%, em 2008, 20,2%, em 2009, e 17,4%, em 2010.

Para a pesquisa, foram ouvidas 2 mil pessoas em sete capitais do País (Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Recife). Os dados foram coletados entre os dias 3 e 21 de janeiro.

Exterior é preferência
Quanto maior a renda, maior a vontade de se viajar para o exterior. Dentre os que têm renda de até R$ 2.100, 94,9% preferem destinos nacionais, contra 5,1% que optam por viagens para fora do País. Já entre aqueles com renda acima de R$ 9.600, o desejo de viajar para fora alcança os 52,5%, contra os 46,2% que preferem destinos nacionais.

Os brasileiros com ganhos entre R$ 2.101 e R$ 4.800 preferem destinos nacionais: 81%, contra os 14,5% que optam por destinos estrangeiros. Entre os que têm ganhos de R$ 4.801 a R$ 9.600, o percentual dos que preferem o exterior alcança 27,9%, contra 70,5% dos que preferem destinos nacionais.

Levando em conta o gênero, as diferenças de destino não são tão significativas: 67,3% dos homens e 61,3% das mulheres preferem viajar pelo Brasil, ao passo que 31,7% dos homens e 35,5% das mulheres preferem viajar para outros países.

Brasília quer conhecer o Brasil
Das capitais analisadas pela pesquisa, Brasília registra o maior percentual de brasileiros que querem viajar dentro do País, de 74,5%, seguida por São Paulo (74,2%), Recife (72,4%), Rio de Janeiro (72,1%), Salvador (71,6%), Belo Horizonte (70%) e Porto Alegre (64%).

Já os mineiros de Belo Horizonte são os que têm o maior desejo de viajar para fora do País: 30% têm essa intenção. Em Salvador, o percentual é de 28,4%, seguido por Rio de Janeiro (27,2%), Porto Alegre (26,5%), Recife (25,4%), Brasília (24,7%) e São Paulo (23,4%).

Sozinho ou acompanhado?
A pesquisa também revelou que, quando pretendem viajar, os brasileiros não gostam de ir sozinhos. Ao todo, 85,8% pretendem viajar acompanhados e 14,2%, sozinhos, considerando os dados de janeiro.

Considerando a renda, a intenção de viajar acompanhado é maior entre aqueles com ganhos acima de R$ 9,6 mil. Nessa faixa de renda, 91,2% pretendem viajar com alguém. Já entre aqueles com renda de até R$ 2,1 mil, esse percentual atinge os 79%.

Os dados ainda mostram que o percentual dos que devem viajar acompanhados é maior entre os homens. Ao todo, 91,7% deles devem viajar com alguém, contra 83,4% delas.
 

Leia Também