quarta, 18 de julho de 2018

Arqueologia

Descoberta cerâmica com ossada indígena no sul da Bahia

6 MAR 2011Por Terra09h:20

Pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) confirmaram neste sábado, dia 5, a descoberta de cinco urnas funerárias indígenas, na reserva Caramuru-Paraguau, no município de Pau Brasil, sul da Bahia, a 551 km de Salvador.


O local teria sido um cemitério indígena no passado, numa época ainda não precisa. As ossadas foram descobertas por índios pataxó, da nação hã-hã-hãe, que moram na região, quando faziam um plantio de mandioca. Umas dessas ossadas era de uma criança de idade presumida de sete a oito anos. Urnas de cerâmica idênticas foram encontradas em Porto Seguro em 1998. Estima-se que o achado em Pau Brasil tenha 650 anos.
 

Leia Também