Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREJUÍZO

Descaso com PAC-2 pode tirar <br> R$ 896 mi destinados para obras

Descaso com PAC-2 pode tirar <br> R$ 896 mi destinados para obras
12/02/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Com as obras da segunda fase do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) ainda nem iniciadas em Campo Grande, o risco agora é perder R$ 896 milhões da nova etapa do programa do Governo Federal, que deve ser lançado em abril, e iniciado em 2015, segundo reportagem na edição desta quarta-feira (12) do jornal Correio do Estado.

A Capital pleiteia o montante desde 2012, quando apresentou os projetos para o Ministério das Cidades. O problema é que, com a troca de gestão na administração municipal, a situação ficou parada por problemas burocráticos, o que coloca em risco a verba milionária para a cidade.

O projeto, inserido no eixo “Qualificação de Vias Urbanas” previa obras de drenagem urbana e pavimentação em 45 bairros da cidade, atingindo cercade 1,4 mil quilômetros.

De acordo com a reportagem de Vinícius Squinelo, pesa também contra Campo Grande o fato das obras do PAC-2 não terem saído do papel na cidade. São 33 obras que não foram sequer iniciadas, e a Prefeitura corre contra o tempo para não perder outros R$ 491,3 milhões, e tem até junho para ter os projetos aprovados pelo Ministério das Cidades, e a verba liberada pela Caixa Econômica Federal.

Felpuda


É grande a expectativa em torno de qual foi a justificativa de conhecida figura que beneficiou sujeito, e este, aproveitando a, digamos, boa vontade demonstrada, simplesmente “sumiu do mapa”. Órgão nacional pediu explicações para o “benfeitor”, e o prazo já venceu. Como as decisões por lá não ficam escondidas do distinto público, logo, logo, a curiosidade deverá ser contemplada. É esperar para conferir!