ESPORTES

Desafio das Estrelas termina com vitória da Capital

Desafio das Estrelas termina com vitória da Capital
16/08/2010 06:38 -


Arlindo Florentino

O Jogo das Estrelas, promovido no fim de semana pela Liga Pró-Basquete de Mato Grosso do Sul, transformou-se em uma grande festa em Campo Grande. Foram disputados vários torneios, mas no jogo principal, reunindo equipes formadas por atletas de equipes de Campo e do Interior do Estado, o time da Capital levou a melhor.
A programação começou sábado com apresentações individuais em torneios de lance livre, três pontos e enterradas. Neste último, que atraiu a atenção do público, o grande campeão foi Édison do Neon Concursos, que conseguiu 23 pontos, o máximo era de 25.
No primeiro confronto entre as equipes da Capital e do interior, sábado, a segunda levou a melhor, vencendo por 105 a 97. O cestinha e melhor jogador da partida foi o atleta do interior Ycaro Gomes, com 43 pontos.
Ontem, também no ginásio do Oswaldo Tognini, aconteceu mais dois desafios entre as seleções da capital contra as do interior.
O primeiro confronto foi na categoria sub 17 feminino e a capital levou a melhor vencendo a partida por 80 a 66. A cestinha e melhor jogadora da partida foi a atleta da capital Maiara Mougelot, com 19 pontos. No último desafio, a seleção da Capital venceu a representação do interior por 82 a 72. O cestinha e melhor jogador foi Leonardo Desidério com 18 pontos. (AF)
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".