Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

ENTREVISTA

Deputado mais votado de MS fala sobre planos e projetos na Mega

5 OUT 2010Por VIVIANNE NUNES08h:42

Para ele não existe base aliada, ficha limpa foi um “engodo” e Tiririca precisa passar por teste grafotécnico. O deputado estadual mais votado de Mato Grosso do Sul, Marquinhos Trad,  falou sobre diversos assuntos na manhã de hoje ao Bom Dia Mega Notícias e abriu a entrevista dizendo que se engana quem pensa que o eleitor está distante do dia-a-dia dos políticos e demonstração clara disso foi o fato de que os “mal políticos” foram excluídos do poder no último pleito eleitoral.

Enersul

Na ocasião Trad falou também sobre seu trabalho na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Enersul, que investigava um aumento abusivo de pouco mais de 300% nas tarifas de energia elétrica em Mato Grosso do sul.

A Comissão, segundo ele, já havia sindo instaurada e arquivada por três vezes. “Mostramos tecnicamente que o trabalho pode ser feito com competência e responsabilidade. Mostramos, durante um ano e meio, que é possível vencer as grandes concessionárias e o resultado foi a redução em 18%”, afirmou, lembrando que muito ainda precisa ser ajustado já que trata-se de um índice muito alto pago à concessionária ainda hoje.

Independente

Indagado sobre a possibilidade de legislar sem a ajuda do Executivo, Marquinhos argumenta: “O povo diz que sim. Não entendo o termo base aliada. Pra quê isso se os governantes são tão bem intencionados”, questionou. Para o deputado quem faz coisas certas não precisa de base. “Tem que trabalhar todo mundo para todo mundo”, afirmou.

Ficha Limpa

Para o deputado Maquinhos Trad, o projeto denominado Ficha Limpa foi um “engano”, um “engodo”. Ele argumenta que a redação final do projeto foi inteiramente modificada e que o texto original sim era um fator benéfico para todos. “Dizia que se nenhum postulante a cargo eletivo que tivesse contra si denúncia ou investigação, poderia ser eleito”, explicou. Para ele, caso o projeto original fosse aprovado a grande maioria não seria candidato. “Com a nova lei o goleiro Bruno, do Flamengo, é Ficha Limpa. O casal Nardoni é Ficha Limpa”, reclamou.

Tiririca

Sobre a eleição de Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca, com mais de um milhão de votos para o cargo de deputado federal no Estado de São Paulo, Trad diz que tal fato lhe causa preocupação, já que existe a suspeita, até mesmo denunciada ao Tribunal de Justiça Eleitoral de São Paulo sobre o fato de que ele não saiba ler e escrever. “Porque a Justiça Eleitoral de SP lhe permitiu que fizesse campanha?”, questionou. “Caso isso aconteça, como ficam os mais de um milhão de eleitores que o escolheram só porque a Justiça disse que ele estava apto?”, finalizou.

O programa de entrevistas Bom Dia Mega Notícias vai ao ar de segunda a sexta-feira das 7h20min às 8h pela radio Mega 94 FM.

Leia Também