Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Deputado entrega supostas provas de violação do sigilo fiscal de Dilma

18 JUL 12 - 02h:00terra

Em audiência, na tarde desta terça-feira, com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o deputado Miro Teixeira (PDT-RJ) entregou documentos que comprovariam que durante a campanha eleitoral de 2010 foi violado o sigilo fiscal da então candidata da Dilma Rousseff.

Fontes do parlamentar forneceram papéis que mostram que a declaração de ajuste anual à Receita Federal daquele mesmo ano, apresentada pela então candidata, circulou por mãos indevidas.

De acordo com o Informe JB, Miro entregou também provas de que é muito fácil se conseguir a relação de telefonemas recebidos e dados por um determinado número de telefone.

Ele não suspeita quem tenha violado o sigilo da presidente, mas diz que existe no País uma "milícia eletrônica" que deixa todos os cidadãos vulneráveis.

O ministro da Justiça ficou surpreso e prometeu providências rápidas para apurar esses crimes e tentar chegar aos criminosos.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta quarta-feira: "Mudanças necessárias"

CORREIO DO ESTADO

Odilon de Oliveira: "Imposto de renda e aposentadoria por invalidez"

Advogado e juiz federal aposentado
OPINIÃO

Yuri Murano: "Responsabilidade civil dos objetos lançados dos prédios"

Advogado
1° TABELIONATO DE PROTESTO

Edital de Intimação do município de Campo Grande 17/07/2019

Mais Lidas