Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ASSASSINATO

Depoimento de acusados revela que piloto não teve chance de defesa

Depoimento de acusados revela que piloto não teve chance de defesa
03/09/2012 10:35 - Gabriel Maymone


Depois de prender Weverson Gonçalves Feitosa e Rafael da Costa da Silva, ambos de 22 anos, a Polícia Civil esclareceu a morte do piloto da TAM Marco Antônio Leão Ramos, 40, ocorrida no dia 1º de agosto deste ano, em Anastácio (MS).

De acordo com o depoimento prestado pelos suspeitos à polícia, o piloto não teve chance de defesa. Diferente do que a polícia acreditava, não houve resistência da vítima. Segundo os acusados, eles procuravam uma caminhonete “do ano” para vender na Bolívia, quando o piloto parou em um semáforo, os bandidos emparelharam o veículo em que estavam, chamaram o piloto e efetuaram um disparo em direção ao seu rosto.

A caminhonete Hillux da vítima foi abandonada às margens de uma rodovia, pois os acusados disseram que não conseguiram desacoplar uma lancha que estava no veículo.

Os suspeitos revelaram ainda que tiveram ajuda de mais duas pessoas, dentre elas a esposa de Rafael, Daiany Aguirre Clarindo, 24 anos, que também teria participado com o bando do assassinato dos estudantes Breno Luigi Silvestrini de Araújo, 18, e Leonardo Batista Fernandes, 19. O outro comparsa deles no latrocínio do piloto da TAM está foragido.

Os três prestaram depoimento e foram encaminhados para a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Defurv), em Campo Grande, onde estão sendo conduzidas as investigações sobre a morte dos estudantes. Weverson e Rafael também são acusado de um homicídio ocorrido este ano na cidade de Barra dos Garças, em Mato Grosso. 

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...