Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

2014 a 2023

Demanda de energia crescerá 4,3% ao ano

24 JAN 14 - 08h:45agência brasil

O consumo de energia elétrica no país vai crescer 4,3%, em média, nos próximos dez anos, segundo a EPE (Empresa de Pesquisa Energética), que divulgou um estudo com previsões de consumo de 2014 a 2023.

Os dados serão utilizados como subsídio para a formulação do PDE (Plano Decenal de Expansão de Energia) e do PNE (Plano Nacional de Energia de Longo Prazo). De acordo com as novas estimativas, o crescimento médio anual da demanda total de eletricidade será de 4,3% ao longo da próxima década, atingindo 781,7 terawatts-hora (TWh) em 2023, contra os atuais 514 TWh.

Para 2014, a previsão da EPE, encarregada de pensar o planejamento energético do país, é que haja um crescimento do consumo de 3,8%, com destaque para os setores comercial, com alta de 4,4%, e residencial, com crescimento de 4,1%. Segundos dados preliminares da empresa, o aumento do consumo de energia será maior que o do ano passado

A taxa de 2014 será superior à do ano passado, quando o consumo de energia cresceu 3,5%, segundo dados preliminares apurados pela EPE.

A taxa de crescimento médio anual para os próximos dez anos está, segundo a EPE, “em linha com o cenário adotado  para o crescimento da economia no período”, medida pelo PIB (Produto Interno Bruto), que é também de 4,3% ao ano.

A EPE acredita que o setor industrial, que vem registrando índices de queda de demanda ou de crescimento próximo a zero, deve apresentar recuperação frente aos anos anteriores.

Ainda segundo a empresa de pesquisa, este ano, a indústria deve apresentar uma taxa de crescimento do consumo de eletricidade na rede de 3,4%, contra a alta de 0,6% registrada no ano passado.

Nas projeções decenais do estudo, os setores comercial e residencial continuarão liderando o aumento do consumo, com taxas de 5,5% e 4,3% ao ano, respectivamente. O consumo industrial de energia entre 2014 a 2023 deverá manter o ritmo de 3,4% ao ano.

O setor comercial terá seu peso no consumo de energia na rede aumentado de 18% em 2013 para 21% em 2023; enquanto o setor industrial vai reduzir a participação total de 40% para 37%, apesar de se manter como o principal setor consumidor de eletricidade no país.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Dinheiro público poderá pagar advogado de acusado de corrupção
COBRE SEU SENADOR

Dinheiro público poderá pagar advogado de acusado de corrupção

Conheca os novos modelos HB20: Veja o vídeo.
CORREIO VEÍCULOS

Conheca os novos modelos HB20: Veja o vídeo.

Shopping vai pagar só metade do IPTU; centro de convenções ganha isenção
BOSQUE DOS IPÊS

Shopping vai pagar metade do IPTU nos próximos cinco anos

Prefeito avalia que demorou para organizar cidade
CAPITAL

Prefeito avalia que demorou para organizar cidade

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião