sexta, 20 de julho de 2018

SERASA

Demanda das empresas por crédito sobe 7,6%

17 JAN 2011Por INFOMONEY13h:00

A demanda das empresas por crédito registrou elevação em 2010 sobre 2009. Segundo o Indicador Serasa Experian da Demanda das Empresas por Crédito, divulgado nesta segunda-feira (17), no ano passado, houve aumento de 7,6% frente ao ano anterior.

Na comparação mensal – dezembro contra novembro, contudo, houve recuro de 5,7% no último mês de 2010. Já na análise anual, o mês passado registrou avanço de 11,7% na procura por crédito sobre igual período de 2009.

Porte
No geral, o crescimento robusto da atividade econômica, o dinamismo do mercado doméstico e a recuperação do mercado de crédito às empresas foram determinantes para o avanço da demanda de crédito empresarial em 2010.

Analisando o resultado por porte, pode-se verificar que as MPEs tiveram destaque positivo no último ano, pois apresentaram avanço de 8,5%. As grandes empresas tiveram aumento de 8,2% no ano passado. Já as médias foram as únicas a apresentarem recuo no período, -7,9%.

Na análise anual, as médias empresas novamente foram as únicas com queda, de 1,2%. As grandes empresas e MPEs apresentaram avanços de 2% e 12,5%, respectivamente.

Por fim, na comparação entre novembro e dezembro, as grandes empresas registraram alta de 0,3% na procura por crédito, enquanto que as MPEs registraram diminuição de 6% e as médias tiveram recuo de 0,2%.

Setor
Segundo os analistas da Serasa, o avanço que foi apresentado em 2010 deve-se, sobretudo, ao avanço das empresas do setor comercial, com alta de 8,2%.

As empresas de serviços vieram logo a seguir, com variação acumulada de 7,6%. O aumento menos intenso foi registrado no setor industrial, 4,8%. Neste caso, o câmbio valorizado e a maior exposição ao cenário externo seriam os motivos do resultados.

Considerando os setores, na comparação entre dezembro e novembro de 2010, todos apresentaram recuo. As empresas do comércio registraram a maior queda, de 9,1%. A Indústria assinalou resultado de -4,1% e o setor de serviços de -1,7%.

Já na comparação com dezembro de 2009, no último mês de 2010, o setor de Serviços apresentou a maior alta para o período, de 16,6%. Comércio e Indústria também registraram bons resultados, de 8,8% e 9,3%, respectivamente.

Análise regional
Quanto à análise regional, em todas as cinco regiões foram verificados avanços na procura por crédito em 2010.

No ano, o maior destaque ficou com a região Nordeste, cuja busca foi 10,7% maior. No Centro-Oeste, o indicador registrou alta de 9,8% e no Norte, de 8,2%.

Nas regiões Sudeste e Sul foram verificadas elevações de 6,8% e 6%, respectivamente.

Leia Também