Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

CONVENÇÃO

DEM tenta estancar 'sangria' de filiados

15 MAR 2011Por ESTADÃO10h:06

O DEM homologa hoje o senador José Agripino Maia (RN) como seu novo presidente, em convenção nacional, ao mesmo tempo que o comando do partido opera politicamente para reduzir as dissidências internas. Consciente de que não pode impedir mais a desfiliação do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o partido discute agora a tentativa de preservação do vínculo do vice-governador paulista, Guilherme Afif Domingos.

Setores do partido defendem a manutenção de Afif, um dos principais quadros do DEM em São Paulo. Esse grupo avalia que, se ele seguir Kassab na desfiliação, produzirá um desfalque ainda maior da legenda. O problema é que o grupo majoritário do DEM acha que a mobilização faz parte de uma estratégia que seria defendida pelo próprio Kassab.

 Nessa hipótese, avalia que o prefeito estaria incentivando aliados próximos, como Afif e o deputado Rodrigo Garcia (SP), a se manterem filiados, preservando sua influência na legenda e preparando terreno para a fundação de um novo partido, o PDB.

Leia Também