Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande

Delegado acredita que morte de mulher no Inferninho foi acidental

18 SET 12 - 16h:05TARYNE ZOTTINO

Realizada na manhã de hoje (18), durou três horas a reprodução simulada da morte de Rosilene Melo Rodrigues, 41 anos, que caiu no abismo do Inferninho, uma altura de aproximadamente 30 metros, no dia 11 de dezembro do ano passado. A vítima teria se desequilibrado ao tirar uma fotografia no local.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Weber Luciano Medeiros, da 2ª DP, o Ministério Público Estadual solicitou a simulação para sanar algumas dúvidas sobre os fatos. Ainda segundo Medeiros, tudo leva a crer que a queda foi realmente acidental, como ele já acreditava. 

“Agora os peritos vão dar o parecer final. O laudo deve ficar pronto em uma ou duas semanas. Vamos juntá-lo aos autos do inquérito policial e encaminhá-lo ao MPE”, afirmou.

O Corpo de Bombeiros, o marido e um casal de amigos da vítima participaram da simulação.  

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CLÁUDIO HUMBERTO

Estamos conversando com a China

Confira o seu astral para esta quinta-feira
OSCAR QUIROGA

Confira o seu astral para esta quinta-feira

ARTIGO

Gilberto Verardo: "Tempos e desejos"

Psicólogo
OPINIÃO

Victor Corradi: "MP da Liberdade Econômica, a MP do avanço social"

Advogado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião