Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Delegado acredita que morte de mulher no Inferninho foi acidental

Delegado acredita que morte de mulher no Inferninho foi acidental
18/09/2012 16:05 - TARYNE ZOTTINO


Realizada na manhã de hoje (18), durou três horas a reprodução simulada da morte de Rosilene Melo Rodrigues, 41 anos, que caiu no abismo do Inferninho, uma altura de aproximadamente 30 metros, no dia 11 de dezembro do ano passado. A vítima teria se desequilibrado ao tirar uma fotografia no local.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Weber Luciano Medeiros, da 2ª DP, o Ministério Público Estadual solicitou a simulação para sanar algumas dúvidas sobre os fatos. Ainda segundo Medeiros, tudo leva a crer que a queda foi realmente acidental, como ele já acreditava. 

“Agora os peritos vão dar o parecer final. O laudo deve ficar pronto em uma ou duas semanas. Vamos juntá-lo aos autos do inquérito policial e encaminhá-lo ao MPE”, afirmou.

O Corpo de Bombeiros, o marido e um casal de amigos da vítima participaram da simulação.  

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.