Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

vice

Delcídio: 'Puxão de orelha' por convidar Giroto

24 JAN 14 - 00h:00da redação

A maior corrente do PT — Construindo um Novo Brasil (CBN) — deu puxão de orelha no pré-candidato a governador e senador Delcídio do Amaral (PT), após ter feito convite para o secretário estadual de Obras Públicas e Transportes, Edson Giroto, filiado ao PR, para ser seu vice, nas eleições estaduais deste ano, informa o jornal Correio do Estado desta sexta-feira (24).

Em nota pública, a corrente CBN, liderada pelo ex-governador e vereador de Campo Grande José Orcírio dos Santos (PT), reprovou o posicionamento de Delcídio, ressaltando que essa decisão não cabe a ele, e sim ao partido.

Mesmo assim, na nota, a aproximação com o PR foi enaltecida pela corrente, uma vez que republicanos estão entre os aliados da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), mas a escolha do deputado foi criticada.

“A CBN defende a tese de que o nome do candidato a vice-governador seja um nome que venha dos movimentos sociais e sindicatos do nosso Estado, representando a base política e eleitoral do nosso projeto político para Mato Grosso do Sul e para o Brasil”, diz o comunicado. No final do ano passado, a ideia de ceder a vaga de vice a algum sindicalista foi bastante trabalhada pelo partido. A reportagem é de Roberta Cáceres e Jéssica Benitez.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Três deputados de MS querem investigar Moro e Dallagnol
VOCÊ CONCORDA

Três deputados de MS querem investigar Moro e Dallagnol

ECONOMIA

Alta do PIB de 2019 permanece em 0,87%, calcula Focus

Agências da Caixa ficam abertas até mais tarde hoje
FGTS

Agências terão mais duas hora de expediente hoje

Justiça garante R$ 150 milhões em acordo para pagar trabalhadores
PROBLEMA ANTIGO

Justiça garante R$ 150 milhões em acordo para pagar trabalhadores

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião