Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

JUSTIÇA

Defensoria Pública pede devolução em dobro da taxa de esgoto

11 FEV 14 - 00h:00DA REDAÇÃO

A Defensoria Pública ajuizou Ação Civil Pública (ACP) ontem pedindo a suspensão imediata da cobrança de ligação de esgoto em Campo Grande, além da devolução em dobro dos valores já pagos por cerca de 500 moradores de oito bairros, na região do Imbirussu. Se a Águas Guariroba for condenada, terá de devolver mais de R$ 500 mil a seus clientes, segundo reportagem na edição de hoje (11) do jornal Correio do Estado.

Segundo o defensor Amarildo Cabral, do Núcleo de Direitos Difusos, a cobrança de R$ 530,30 é ilegal, e não acontece no interior do Estado.

O agravante, conforme o defensor, é que a empresa Águas Guariroba faz a cobrança apenas para autorizar a ligação do esgoto. Assim o gasto com a execução do serviço, bem como a contratação de pedreiro e encanador, fica por parte do próprio morador.

“A empresa agiu com inteira má-fé ao simplesmente lançar nas contas de água o valor referente à autorização para acesso à rede de esgoto sem qualquer permissivo legal”, argumenta Amarildo. A reportagem é de Rafael Bueno.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

FUNCIONÁRIOS E CLIENTES

Explosão em empresa de gás deixa quatro mortos em Boa Vista

ELIAS MALUCO

STF derruba liminar concedida a traficante que matou Tim Lopes

POLÍTICA

'Infieis' vão à Justiça para que possam deixar PDT e PSB sem perder mandato

Senado aprova divisão de recursos do pré-sal com estados e municípios
MEGALEILÃO DO PETRÓLEO

Senado aprova divisão de recursos do pré-sal

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião