Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

Tipo tradicional de escadas

Decorando escadas

22 OUT 2010Por Daniela Pessoa, Bolsa de Mulher01h:30

Podendo ser feita de metal, madeira, pedra, vidro, entre outros. As escadas podem ser o resultado da criatividade do morador. Porém o primeiro passo que precisamos fazer é definir o tipo de escadas correta para sua moradia. Primeiramente passamos ao tipo tradicional de escadas: são as que ligam um piso ao outro. Esse tipo de escadas necessita de ser um pouco larga para permitir a passagem de móveis e outros tipos de objetos de tamanho maior.

As escadas em forma de espiral não ocupam tanto espaço, porém não são tão interessantes para o dia-a-dia e não são recomendáveis, já que oferecem perigo para o público infantil e também para os idosos. Escolha por escadas retas, com uma curva de 90 ou 180º, mas não ultrapasse isso. No que se refere ao material, é essencial pensar na sua durabilidade. Mesmo o cobre não sendo um dos materiais mais baratos, possui mais resistência que os outros materiais e são bonitos.

Para os ambientes secundários, como por exemplo adegas, sótãos, o formato das escadas irá depender principalmente do local. Seja qual for o seu formato, pense sempre no material que será utilizado. Como são menos utilizadas, este tipo de escadas sofrem pouco desgaste. O pinho é um dos materiais ideais para esse tipo de escada. Aliás, com esse material podemos personalizar com pinturas.

E para combinar beleza e conforto, a escada precisa estar em harmonia com o estilo de arquitetura da casa. Uma localização bastante estudada evita, por exemplo, que a parede seja riscada depois do transporte de um móvel de um andar para outro. Não permite, também, o aparecimento de cantos sem utilização e problemas de circulação no ambiente. Além disso, ao saber a área que ela vai ocupar, podemos calcular o número de degraus, além da largura e altura deles, medidas primordiais.

Modelos pré-fabricados – cuidados
Após escolher o modelo, procure um fornecedor conhecido no mercado: aceitar uma indicação de amigos ou de antigos clientes da empresa é uma boa ideia. No showroom, faça um teste. Isso mesmo: suba e desça algumas vezes os degraus para sentir, literalmente, se eles são firmes.

Concreto – Precisa estar bem liso. Nas áreas externas, se ele estiver poroso, ficará mais frágil à umidade e às chuvas.

Madeira – Esse tipo de estrutura pede cortes mais retos e encaixes perfeitos. É preciso habilidade para fortalecer os encaixes sem que a peça fique excessivamente robusta. As espécies mais indicadas para essas estruturas são o jatobá e o ipê (e todas as outras que são duras, resistentes e, em geral, mais escuras).

Metal – O aço carbono é a matéria-prima mais usada no modelo caracol. O segredo está em observar o nivelamento da escada. Basta verificar se as hastes do corrimão estão paralelas ao eixo da escada. Observe, ainda, se as soldas são uniformes e se os parafusos estão escondidos.

Acessórios necessários

Para as escadas que viram a 90 ou 180 graus, a integração de um descanso pode fazer a escadaria mais confortável. Se o descanso é bastante grande, podemos pôr lá um objeto decorativo: um grande ramo de flores secas, esculturas, etc.
Estas são muitas das coisas que há que ter presentes na hora de decorar umas escadas ou mudá-las. Mas mais uma vez o melhor que pode fazer é pedir conselhos a profissionais da decoração para que com a tua idade e a experiência deles, encontre a escada ideal para a sua residência.

Principais dúvidas
# Os números da escada ideal: largura mínima do degrau: 60 cm (quanto mais largo o degrau, maior a sensação de segurança); profundidade do piso (parte a ser pisada): entre 27 e 30 cm; altura entre os degraus (espelho): entre 15,5 e 19 cm; inclinação: entre 30 e 35 graus em relação ao piso; distância mínima entre degraus e cobertura: 2m.

# É obrigatório ter corrimão? Há regras específicas de acordo com a utilização da escada. As de uso público devem ter obrigatoriamente corrimão. Nas casas, esse elemento pode ser dispensado ou não – é uma escolha do arquiteto e do morador. Se ambos optarem por ele, sua altura segura é de 90 cm.

# Quais são as formas de escadas mais comuns? Reta (boa para ambientes de no máximo 3,25 m de altura, ou fica cansativa demais. Se a distância for maior, divida a escada em dois ou mais lances, com patamares); L e U (seus patamares servem de pontos de observação. É necessário ter essa parada toda vez que a estrutura mudar de direção. Embaixo destas escadas, cria-se um espaço livre, perfeito para lavabos ou despensas ) e Caracol (é o que ocupa menos espaço. O diâmetro mínimo de 1,50 m garante que os degraus não fiquem estreitos demais junto do eixo).

Leia Também