Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Decisão que encerrou CPI não tem respaldo da lei, diz juiz

23 JAN 10 - 08h:02
O juiz Vinícius Santos Silva, da 7ª Vara da Fazenda Público do Distrito Federal, reagiu ontem à manobra da base aliada ao governador José Roberto Arruda, que se aproveitou de uma decisão judicial sua para enterrar a CPI da Corrupção. A decisão judicial determinou o afastamento da investigação de oito deputados distritais citados no inquérito que apura denúncias da operação Caixa de Pandora. “A decisão está dirigida ao reconhecimento de nulidade dos atos praticados especificamente nas comissões do processo de impedimento do governador. Não encontro possibilidade racional, séria, de se interpretar extensivamente o que decidido para alcançar situações outras, não descritas nos autos”, afirmou o juiz. “Não pode uma das partes, utilizando-se de manobras indevidas, criar a seu bel-prazer uma segunda decisão que atenda a seus interesses. Se não está satisfeita com a resposta jurisdicional, que busque a Instância Superior. O que as partes não podem fazer é atentar contra a dignidade da Justiça”, concluiu.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Já campeão, Brasil atropela Itália e termina invicto campanha no Japão
VOLÊI

Já campeão, Brasil atropela Itália e termina invicto

Dois são absolvidos de processo que envolve Puccinelli e Amorim
JUSTIÇA FEDERAL

Dois são absolvidos de processo que envolve André

No elenco de "A Dona do Pedaço", Lucy Ramos vibra com virada da personagem na trama
TELEVISÃO

No elenco de "A Dona do Pedaço", Lucy Ramos vibra com virada da personagem na trama

Balança comercial tem saldo <br>de US$ 2,2 bilhões no ano
MATO GROSSO DO SUL

Balança comercial tem saldo de US$ 2,2 bilhões no ano

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião