Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

Paranhos

Decisão mantém 50 índios em fazenda

18 NOV 2010Por MICHELLE ROSSI 01h:55

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região suspendeu decisão da Justiça Federal em Mato Grosso do Sul e determinou que os índios guarani-kaiowá que ocupam a Fazenda São Luiz em Paranhos (MS) – na fronteira com o Paraguai – permaneçam na área até a produção de prova pericial antropológica. A reintegração seria realizada ontem pela Polícia Federal, caso a decisão não fosse suspensa. Ainda cabe recurso.

Desde o dia 19 de agosto, cerca de 50 índios guarani-kaiowá da Aldeia Pirajuí ocupam a área de reserva legal da fazenda. Eles estão irredutíveis e afirmam que não vão abandonar a área, considerada terra sagrada (Tekohá Ypo´i) por eles. Segundo o tribunal, "existem provas de que a Fazenda São Luiz pode vir a ser demarcada como área tradicionalmente ocupada pelos índios". (MR)

Leia Também