Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FETEMS

Decisão do STF sobre piso salarial de professores valoriza a categoria

Decisão do STF sobre piso salarial de professores valoriza a categoria
07/04/2011 09:53 - EVELIN ARAUJO


Presidente da Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems), Jaime Teixeira comentou hoje de manhã em entrevista ao Portal Correio do Estado que a decisão do Supremo Tribunal Federal em fixar o piso salarial dos professores é "muito importante para a educação pública, porque valoriza os professores e a profissão e é uma vitória para a democracia porque os trabalhadores foram ouvidos".  

"É também uma derrota importante para os governadores porque o Supremo mostrou que eles não podem tudo", disse o presidente da Fetems. Ele comentou que a decisão vai fazer com que acabem os "pinduricalhos" - referindo-se ao pagamento de acréscimos e benefícios, que antes eram usados para chegar ao piso e não como complemento do salário base. "O valor aprovado, de R$ 1.187,97, deverá ser reajustado pois é referente a 2008".

"Temos uma comissão em processo de negociação com o governador para reformulação de planos e carreira e, diante desse quadro, a comissão vai falar com o governo para que até julho haja uma previsão do cumprimento do aumento da carga horária, para que se cumpra o valor do piso na sua íntegra", disse Jaime Teixeira. "A decisão terá um grande reflexo na melhoria da educação pública", finaliza. 

 

No julgamento, os ministros rejeitaram por oito votos a um uma ação na qual a lei era contestada pelos governos de Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Ceará. 

Felpuda


A tal estratégia de jogar informações nas redes sociais com objetivo de prejudicar adversários está começando a gerar reações. Uma dessas figurinhas vai ter de explicar, na Justiça, o por quê de postagem trazendo suspeitas pesadas contra cabeça coroada, que não gostou nadica de nada de ver o seu nome sendo usado como “bucha de canhão” para fins eleitoreiros. Vem chumbo grosso por aí! E sai debaixo!...