Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Débito com luz, água e telefone não sujará nome

8 ABR 10 - 20h:50

BRASÍLIA

 

Empresas fornecedoras de serviços públicos, como água, energia elétrica e telefonia não poderão incluir consumidores inadimplentes em cadastros de proteção ao crédito, segundo projeto aprovado ontem pelo Senado.

Pelo texto, a interrupção do serviço somente poderá acontecer mediante notificação prévia de no mínimo 30 dias, com o envio de comunicado discriminando o valor da dívida, dos juros, das taxas e dos encargos.

O projeto também determina que, em caso de hospitais, escolas e usuários de baixa renda, a interrupção ou restrição dos serviços deverá obedecer a prazos e critérios que preservem condições mínimas de manutenção das atividades desses estabelecimentos e da saúde das pessoas atingidas.

A proposta segue agora para a Câmara. Se for aprovada sem mudanças, pelos deputados, segue para sanção presidencial.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Conheça a Nova Zelândia, que guarda belezas naturais que vão do gelo às praias paradisíacas
TURISMO

Conheça a Nova Zelândia, que guarda belezas naturais que vão do gelo às praias paradisíacas

Separadas no nascimento: Honda CB 500X e CB 500F 2020
CORREIO VEÍCULOS

Separadas no nascimento: Honda CB 500X e CB 500F 2020

CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

“Não há erro”

Confira o seu astral para esta segunda-feira
OSCAR QUIROGA

Confira o seu astral para esta segunda-feira

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião