segunda, 16 de julho de 2018

dados mensais

Das cerca de 40 mil ocorrências do Samu, 11% envolvem crianças

15 JAN 2011Por vivianne nunes13h:00

Dados do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) revelam que pelo menos 11% das cerca de 40 mil ligações mensais registradas estão ligadas à crianças. Para o gerente médico do Samu, André Brito, os acidentes são prevalentes em todas as épocas do ano, mas o período de férias é quando aumentam as ocorrências.

Ele explica que os acidentes diferem de acordo com a faixa etária das crianças e garante que as quedas ocupam o primeiro lugar no ranking de causas. “As crianças menores acabam se intoxicando com maior facilidade, isso por causa das cores dos produtos de limpeza e medicamentos deixados em local de fácil acesso pelos responsáveis”, explicou Brito. Para ele as intoxicações estão no segundo lugar na lista de ocorrências.

Em terceiro lugar o gerente médico destaca as queimaduras que ocorrem em todas as faixas etárias já que não dependem exclusivamente de uma travessura “mal sucedida” para ocorrer. Ele lembra que banhos podem causar queimaduras ou mesmo bebidas quentes.

Fora isso o médico destaca a utilização de tapetes, tomadas sem proteção, fios desemcapados e móveis com quinas como os grandes 'vilões' causadores de ocorrências emergenciais de saúde.

É natural que as crianças precisem de um maior acompanhamento por causa da energia que despendem diariamente em brincadeiras cada vez mais agitadas com todo o corre-corre que é peculiar da infância.

Para a coordenadora de Doenças e Agravos Não Transmissíveis do Ministério da Saúde, Deborah Malta, é necessário ensinar às crianças sobre os espaços onde elas devem ter mais atenção. “Sem dúvida a maior importância é ter um adulto vigilante cuidando da proteção e da segurança das crianças”.
 

Leia Também