Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FUTEBOL

Daniel Alves pede mais tempo para Guardiola no Barcelona

Daniel Alves pede mais tempo para Guardiola no Barcelona
18/04/2011 10:48 - FOLHA ONLINE


Dois dias após o clássico contra o Real Madrid, empatado por 1 a 1 no Santiago Bernabéu, o lateral direito Daniel Alves, do Barcelona, afirmou que deseja que o técnico Pep Guardiola permaneça no clube por mais tempo que o da duração de seu contrato, até o fim da próxima temporada.

Guardiola, 40 anos, deu a entender que poderia deixar o Barça em uma entrevista ao canal de televisão italiano RAI este mês. "Estou bem aqui, mas sinto que meu tempo no Barcelona está terminando", disse o treinador.
Mas Daniel Alves afirmou nesta segunda-feira ao jornal "El Mundo" que ele e o restante da equipe desejam que o treinador fique por mais tempo.

"Nós o seguimos com os olhos fechados. É muito inteligente, sabe sempre o que faz. Não seguir Guardiola seria coisa de tontos. Como não somos, o seguiremos até que se canse de nós", declarou.

"Todos têm um ciclo e um dia acabará o dele. Esperemos que dure muito, porque não nos imaginamos em um Barça sem Guardiola", completou o brasileiro.

Guardiola tem contrato com o Barcelona até 2012.

O técnico, no cargo desde 2008, tem um currículo de muitos títulos: dois campeonatos nacionais, uma Copa do Rei, uma Liga dos Campeões da Europa, um Mundial de Clubes e uma Supercopa da Europa.

Na atual temporada, o Barça lidera a liga espanhola, decide a Copa do Rei com o Real Madrid e enfrenta o rival nas semifinais da Copa dos Campeões da Europa.

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...