Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

COMEMORAÇÕES

Dança paraguaia é a atração de hoje

15 MAI 2011Por Thiago Andrade08h:20

Mato Grosso do Sul é um Estado marcado culturalmente por suas fronteiras. As tradições paraguaias se misturam com os hábitos de grande parte dos sul-mato-grossenses sem que se perceba o que delimita uma cultura e outra. Com a criação do Grupo Colônia Paraguaia – Danças Folclóricas, que já vem se apresentando há seis meses, o público poderá conhecer um pouco mais do universo do País vizinho. Coordenado pela professora de dança, Luciene Bicudo, o grupo é uma das atrações do churrasco dançante que acontece hoje, na sede da Colônia Paraguaia. Os ingressos custam R$ 20.
Além deles, atrações como a dançarina paraguaia Allis Mariane, que equilibra mais de dez garrafas sobre a cabeça durante a coreografia da dança da galopeira, e grupos musicais nacionais e internacionais animam a festa que encerra as programações de comemoração do bicentenário do Paraguai. Para Luciene, as apresentações do grupo têm divulgado danças e ensinado os descendentes de famílias paraguaias um pouco mais sobre a cultura do povo. “Desde que começamos, houve essa preocupação com a propagação das tradições”, explica.
Quinzenalmente, o professor Zenon Sanabria participa de reuniões do grupo, dando suporte para o ensino das danças tradicionais, além de oferecer informações teóricas sobre cultura e arte do Paraguai. Os alunos, que têm idades entre 12 e 40 anos, formam seis casais para apresentações de danças como “La palomita”, “El cazador” e “Cielipa santa fé”. “A Colônia tinha interesse em criar um grupo e cá estamos”, finaliza Luciene.

Leia Também