Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

SEGUNDO TURNO

Dagoberto, Zeca e Delcídio vão trabalhar para puxar votos para Dilma

5 OUT 2010Por Da Redação09h:22

O deputado federal Dagoberto (PDT), o senador reeleito Delcídio do Amaral (PT) e o ex-governador Zeca do PT vão trabalhar no segundo turno da disputa presidencial para conquistar para Dilma Rousseff (PT) os votos que Marina Silva (PV) recebeu no primeiro turno em Mato Grosso do Sul. A decisão foi tomada na noite de ontem, em reunião de Dilma Rousseff com governadores, senadores e deputados federais da base aliada.

Para que o resultado seja positivo, as estruturas de campanhas dos três aliados sul-mato-grossenses de Dilma serão mantidas até o final das eleições. “A coordenação nacional pediu que mantivéssemos as estruturas de campanha, os comitês abertos e as pessoas trabalhando neste segundo turno”, enfatizou Dagoberto após término da reunião.

Entre as avaliações realizadas no encontro – que começou por volta das 17h e se estendeu até 20h – foi que o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), que coordenou o comitê de prefeitos pró-Dilma no Estado, empenhou-se em eleger os senadores da coligação com PSDB, o que prejudicou o resultado de Dilma na capital sul-mato-grossense. “Dilma perdeu muito voto na Capital por causa do trabalho feito por Nelsinho (Trad) e André Puccinelli para eleger os senadores de sua coligação. Eles jogaram pesado, o que fortaleceu muito o Serra (José Serra – que disputa o segundo turno com Rousseff) em Campo Grande, já que no interior Dilma foi muito bem, ela venceu”, afirmou Dagoberto.

Até o final deste mês, os três líderes políticos vão tentar atrair pra Dilma Rousseff os votos dados a Marina Silva nas eleições do último domingo. “Vamos buscar 90% dos votos de Marina Silva, que tem ideais políticos mais próximos de Dilma, tanto que as duas estiveram no governo de Lula”, destacou Dagoberto.

Leia Também