Dado Dolabella oferece R$ 5 mil de indenização a camareira de Piovani

Dado Dolabella oferece R$ 5 mil de indenização a camareira de Piovani
26/07/2012 02:00 - starlounge


Em audiência na 11ª Vara Civil do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira, Michel Asseff Filho, advogado de Dado Dolabella, ofereceu R$ 5 mil de indenização à camareira Esmeralda de Souza Honório. Dado é acusado de agredir a camareira durante uma briga com a ex-namorada, a atriz Luana Piovani, em 2008. Dolabella não compareceu à audiência.

A proposta, entretanto, não foi aceita pela camareira, que afirmou que vai deixar a cargo da Justiça determinar o valor da indenização. Na audiência, Esmeralda contou que chegou a ficar três meses sem trabalhar.

Luana foi intimada a comparecer como testemunha, mas não foi à 11ª Vara Civil. Quem testemunhou a favor de Esmeralda foi o diretor de palco que estava no teatro em 2008, quando houve a agressão. Ele confirmou que Dado empurrou a camareira e ela caiu no chão.

A sentença final será dada pela juíza Lindalva Soares Silva. A data ainda não foi divulgada.
 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".