Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CAMPO GRANDE

Cursos supletivos condenados a indenizar ex-aluno

28 AGO 12 - 00h:00DA REDAÇÃO

O juiz titular da 4ª Vara Cível de Campo Grande, Luiz Gonzaga Mendes Marques, condenou duas escolas que ofereciam cursos supletivos ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 10 mil a um ex-aluno que, após concluir o curso, descobriu que o certificado obtido não tinha qualquer validade.

Uma das escolas foi condenada por ter emitido o certificado sem validade. Decidiu o juiz que a escola não era credenciada no órgão público correspondente, de modo que não poderia emitir o certificado. A outra escola foi condenada por oferecer o curso com a promessa de que ao final o aluno obteria um certificado de conclusão do curso, o qual, no entanto, não tinha validade alguma.

Na sentença ficou estabelecido que seria evidente o constrangimento a que teria sido submetido o ex-aluno, o qual realizou e concluiu um curso com certificado sem validade. Segundo a sentença, esse ato seria suficiente para a configuração do dano moral.

Como o julgamento foi proferido em primeira instância, da decisão cabe recurso ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Fonte: Tribunal de Justiça de MS

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

RECEITA FEDERAL

Quase 197 mil contribuintes ainda não declararam Imposto de Renda

Prazo para declaração termina no dia 30 de abril
Buraco oferece risco na Av. Salgado Filho; Veja o vídeo
PATRULHA DA CIDADE

Buraco oferece risco na Av. Salgado Filho; Veja o vídeo

Ex-jogador do Águia Negra morre em acidente de moto
RIO BRILHANTE

Ex-jogador do Águia Negra morre em acidente de moto

Deputados de MS vão propor <BR>mudanças em PEC da reforma
PREVIDÊNCIA

Deputados de MS vão propor mudanças em PEC da reforma

Mais Lidas