terça, 14 de agosto de 2018

FIEMS

Cursos gratuitos são realizados no Los Angeles

11 MAI 2011Por da redação13h:30

No âmbito do Programa Indústria Ativa Campo Grande, foram abertos na noite de ontem (10/05), na Igreja Sara a Nossa Terra, no Bairro Jardim Los Angeles, os cursos gratuitos de eletricista de instalações prediais de baixa tensão e de pedreiro realizados pelo Senai junto a 36 moradores da região. “Precisamos que todos concluam os cursos iniciados hoje para que possamos atender a demanda da indústria da construção civil, que tem um déficit de 10 mil profissionais no Estado”, disse o presidente da Fiems, Sérgio Longen, reforçando que dessa forma o Sistema Indústria contribui para a melhoria dos salários e, consequentemente, da qualidade de vida dos trabalhadores.

Ao todo na região do grande Los Angeles, serão qualificados nesta primeira etapa do Programa 170 moradores nos cursos de costura industrial, informática básica, eletricista de instalações prediais de baixa tensão e de pedreiro. No caso do curso de costura industrial, que prossegue até o próximo dia 4 de junho na Base da Polícia Militar Comunitária dos Los Angeles, são 60 alunos distribuídos em três turmas com 20 alunos cada, sendo uma no período da manhã, outra à tarde e uma à noite com duração de 156 horas-aulas presenciais e mais 70 horas-aulas de temas transversais.

Já o curso de eletricista de instalações prediais de baixa tensão, que prossegue até 13 de junho no salão da Igreja Sara a Nossa Terra, também no Jardim Los Angeles, conta com 18 alunos no período noturno, enquanto o curso de pedreiro tem 18 alunos também no período noturno. O curso de informática básica, que vai até o próximo dia 9 de junho, tem 75 alunos distribuídos em quatro turmas – das 8 às 10 horas, das 14 às 16 horas, das 16 às 18 horas e das 18h30 às 21h30 -, sendo que as aulas são realizadas no ônibus de Inclusão Digital do Sesi estacionado em frente à na Base da Polícia Militar Comunitária.

Participantes

Para Everson Ortiz de Souza, 25 anos, que está fazendo o curso de eletricista de instalações prediais de baixa tensão, a iniciativa da Fiems de levar a qualificação profissional do Senai até os bairros é excelente. “Minha condição financeira não permite que eu pague por um curso profissionalizante e muito menos que possa ir até o centro da cidade para fazê-lo. Por isso, além poder fazer o curso de graça, vou poder me preparar para o mercado de trabalho, que está mais exigente”, pontuou.

Fábio Cáceres Arantes, 25 anos, aluno do curso de pedreiro, também agradece a oportunidade de poder fazer um curso profissionalizante do Senai gratuitamente. “Dessa forma é muito melhor para mim, pois não preciso ir ao centro da cidade por falta de condições financeiras para pagar pelo ônibus. Com o curso sendo realizado aqui no bairro, posso ir de bicicleta”, declarou, acrescentando que o curso vai ajudá-lo a conseguir uma melhor colocação na empresa de construção onde trabalha.

Leia Também