Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

UFGD

Curso de<br> Artes Cênicas apresenta peça

Curso de<br> Artes Cênicas apresenta peça
11/03/2014 10:17 - Dourados News


Alunos da IV turma do curso de Artes Cênicas da UFGD (Universidade Federal da Grande |Dourados) apresentam hoje e amanhã, dias 11 e 12 de março, a partir das 20h, o espetáculo "Perseguição e Assassinato de Jean-Paul Marat representados pelo grupo teatral do Hospício de Charenton sob a direção do Senhor de Sade". A entrada do evento é franca e aberta a toda a comunidade, no Núcleo de Artes Cênicas da Faculdade de Comunicação, Artes e Letras (FACALE), na Unidade 2.

A peça, tradicionalmente apelidada de “MARAT/SADE”, retrata a experiência de uma montagem teatral com atores internos de um asilo durante a era napoleônica, quinze anos depois da Revolução Francesa. Entre as personagens estão enfermeiros, padres, o diretor do hospício e sua família, além do próprio marquês de Sade e de loucos que interpretam a vida e a morte do revolucionário Jean-Paul Marat, conhecido como amigo dos pobres durante a Revolução Francesa de 1789.

O texto do dramaturgo alemão Peter Weiss, encenado pela primeira vez em 1963, expõe o dilema do pensamento revolucionário e põe em cheque seus ideais de igualdade, liberdade e fraternidade, muitas vezes sufocados por impulsos hedonistas típicos da sociedade contemporânea como o consumismo e a apatia.

O espetáculo é indicado para maiores de 16 anos. A direção é do professor Braz Junior, com iluminação de João Dadico e Rodrigo Bento, cenografia de Gil Esper e sonoplastia de Marcos Chaves.

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...