Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

POLÍTICA

Cultura municipal será debatida em reuniões

Cultura municipal será debatida em reuniões
19/03/2010 04:11 -


Duas reuniões acontecem na manhã de hoje, com o objetivo de discutir pontos relacionados à cultura municipal. Na Morada dos Baís, o Fórum Permanente dos Gestores Municipais de Cultura de Mato Grosso do Sul promove seu segundo encontro, às 9h. Já em razão da criação do Plano Municipal de Cultura, que prevê a organização dos setores artísticos em câmaras setoriais, os grupos de teatro de Campo Grande são convidados a se reunir no mesmo horário, na Sala de Ensaios do Centro Cultural José Octávio Guizzo. De acordo com Edson Silva, conhecido como Profeta, do Teatral Minas da Imaginação, a constituição desta câmara é necessária para o desenvolvimento cultural no setor teatral. “É algo previsto pelas propostas de políticas e diretrizes do Plano Municipal de Cultura, aprovado no final do ano passado”, esclarece. Segundo ele, por ser um grupo organizado, existe a possibilidade de os membros da classe se unirem para discutir questões pertinentes às artes cênicas. Outros segmentos artísticos também devem se reunir nas próximas semanas, e aqueles que não se organizarem serão representados pela Fundação Municipal de Cultura (Fundac). Gestores municipais A reunião que será realizada na Morada dos Baís promove o encontro dos gestores municipais de todo o Estado, que participam do fórum montado no Encontro do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Cultura das Capitais. Entre os temas em debate estão a aprovação do regimento interno do Fórum, a formação da diretoria, o consórcio cultural entre as prefeituras, o Plano Municipal de Cultura e o repasse de recursos federais para os municípios de Mato Grosso do Sul. O convite para o encontro foi aberto a todos os municípios do Estado. (TA)

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?