sexta, 20 de julho de 2018

FUNDAÇÃO DE CULTURA DE MATO GROSSO DO SUL

Cultura e fronteira são temas de revista de fundação

14 DEZ 2010Por Thiago Andrade00h:18

Localizado em um ponto estratégico, Mato Grosso do Sul faz fronteira com Paraguai e Bolívia. A influência cultural destes dois países chega à música, às artes plásticas, à gastronomia. Entretanto, de tão próximo, muitas vezes acaba passando despercebida por aqueles que vivem no Estado. Resgatar as manifestações culturais nas quais se percebe a influência da fronteira e tentar entender como se dão as relações nesse espaço híbrido são objetivos  da terceira edição da Revista Cultura em MS, que será lançada amanhã, às 19h, no auditório do Sebrae.

Publicada pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), a revista é anual e sempre voltada para temas específicos. Lançada em 2008, explorando a relação entre cultura e economia, a publicação trouxe em sua segunda edição matérias sobre cultura e turismo. “Buscamos explorar questões que façam parte do cotidiano dos sul-mato-grossenses ou assuntos que estejam em voga”, descreve Neusa Arashiro, gerente do patrimônio histórico e cultural da FCMS.

“Optamos por falar sobre cultura e fronteira porque é algo tão próximo de nós que  não nos atemos a essa relação. Mas basta olhar nossa produção nas artes visuais, na música, na gastronomia, tudo é permeado pelas culturas vizinhas”, descreve. Além dos temas citados, a revista conta com matérias sobre questões linguísticas, tratando da relação entre português, espanhol e guarani. Há entrevista com a historiadora Marisa Bittar e matérias sobre as atividades realizadas nos diversos setores artísticos, sobre os registros pré-históricos em Alcinópolis, entre outros. Os textos são assinados por jornalistas, pesquisadores e outros colaboradores.

O lançamento contará com a participação dos grupos T’kai, composto por bolivianos e descendentes que vivem em Campo Grande, e Tic Tac, composto por alunas no colégio, que traz coreografias baseadas em danças tradicionais paraguaias. “É uma comemoração das diferenças e das semelhanças entre os três países e as cidades que se tocam. Mais de 50% dos municípios do Estado fazem fronteira direta com a Bolívia ou com o Paraguai”, pontua Neusa.

Serviço
O lançamento acontece às 19h no Auditório do Sebrae/MS, localizado na Avenida Mato Grosso, 1.661. Serão distribuídas revistas gratuitamente.

Leia Também