segunda, 16 de julho de 2018

missão complicada

Cruzeiro joga de olho em derrotas dos rivais

5 DEZ 2010Por Sete Lagoas, MG04h:20

Terceiro colocado na classificação do Brasileirão, o Cruzeiro tem a missão mais complicada em busca do título. O principal desafio não é vencer o combalido Palmeiras, que irá entrar em campo hoje, às 16h (MS), na Arena do Jacaré (em Sete Lagoas), com uma formação mista entre reservas e garotos da base. A grande angústia do torcedor mineiro está na necessidade de contar com tropeços – no mínimo empates – do líder Fluminense e do segundo colocado Corinthians.

Os dois ponteiros do Campeonato Brasileiro vão enfrentar rivais que foram uma verdadeira decepção no torneio. Em casa, o Fluminense desafia o Guarani, enquanto o Corinthians vai entrar em campo no Serra Dourada diante dos reservas do Goiás, o surpreendente finalista da Copa Sul-Americana.

Em busca da missão quase impossível, o Cruzeiro ganhou uma motivação durante a semana. O departamento jurídico do clube assegurou a presença do técnico Cuca no banco de reservas do jogo contra o Palmeiras, pois obteve o efeito suspensivo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O comandante cumpria um gancho pela exclusão contra o Corinthians.

Na escalação, o Cruzeiro amarga alguns problemas. O meia Gilberto volta após suspensão, mas ainda não tem retorno totalmente garantido. Ele poderia entrar na lateral esquerda ou no meio-campo, na vaga de Roger. Na lateral direita, Rômulo assume o lugar de Jonathan, que levou o terceiro amarelo. Para completar, o volante Fabrício, vítima de dores abdominais, acabou vetado pelos médicos.

Do lado do Palmeiras, que encerra mais uma temporada catastrófica, o confronto em Sete Lagoas tem valor para os atletas convencerem Felipão de que podem continuar no grupo. A garotada palmeirense terá o alicerce de alguns atletas mais rodados, que chegaram a ser utilizados entre os titulares no segundo semestre, como são os casos do zagueiro Fabrício, do lateral direito Vitor e do meio-campista Rivaldo.

Leia Também