Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

MINEIRO

Cruzeiro e Atlético disputam a final

15 MAI 2011Por Gazeta Press00h:02

Cruzeiro e Atlético-MG decidem quem será o Campeão Mineiro de 2011, neste domingo, às 16h (horário de Brasília), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, somente com a torcida cruzeirense. O segundo jogo da final do Estadual vai colocar na beira do gramado dois amigos, que já jogaram juntos no Palmeiras e no Juventude, e agora estão separados pela rivalidade mineira.

Cuca e Dorival Júnior travam um duelo à parte no clássico decisivo. Um quer acabar com a fama de freguês, e o outro, manter a de carrasco. Os dois treinadores já mediram forças em 12 confrontos, no comando de diversos times, com ampla vantagem do atleticano. Dorival venceu nove vezes e Cuca, apenas três.

Neste domingo, o técnico alvinegro busca a quarta vitória consecutiva contra o Cruzeiro, enquanto Cuca tenta acabar com um incômodo jejum de seis derrotas seguidas para o amigo. Dorival defende ainda a marca de nunca ter perdido um clássico desde que começou a trabalhar no futebol mineiro, em 2007. São duas vitórias comandando o Cruzeiro e três pelo Atlético-MG. A única vez que Cuca conseguiu vencer o Galo treinando o Cruzeiro foi no turno do Campeonato Brasileiro do ano passado, por 1 a 0, quando Vanderlei Luxemburgo dirigia o alvinegro.

Com a vitória no jogo de ida da final do Estadual, por 2 a 1, o Atlético-MG tomou a vantagem do Cruzeiro, que jogava por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols. Para levantar taça de campeão mineiro pela primeira vez, Dorival precisa apenas de um empate. Já Cuca tem a obrigação de vencer para conquistar o título e dar o troco no colega.

O comandante celeste perdeu o argentino Montillo, que foi expulso no jogo de ida e será o único desfalque do cruzeirense, que terá o retorno de Thiago Ribeiro, que lesionado não participou do primeiro jogo da decisão. Pelo lado do Galo, Neto Berola, que recebeu o terceiro cartão amarelo fica fora da final, mas o armador Renan Oliveira tem retorno certo ao time, assim como Richarlyson, que fica à disposição no banco de reservas.

Os jogadores das duas equipes valorizam o título Mineiro e não abrem mão de levantar a taça. Para o atacante Magno Alves, ser campeão Estadual é muito importante para o Atlético-MG e pode ajudar o clube a entrar com mais moral na disputa do Campeonato Brasileiro.

- Independentemente do que falam, o Campeonato Mineiro é uma coisa que vai ficar na história. É um clássico. Além disso, vai ser importante para os clubes entrarem no Campeonato Brasileiro mais confiantes -, disse.

Para o experiente Marquinhos Paraná, o Cruzeiro deve aproveitar o apoio da sua torcida, que será a única presente na Arena do Jacaré, para reverter a situação e conquistar o título. O jogador destaca que este é o momento do grupo mostrar força.

- Temos que mostrar bem mais do que nos dois jogos que passaram. É o último jogo, temos a obrigação de ganhar esse título. Vamos jogar com a nossa torcida, temos que ter o apoio dela do começo ao fim. Teremos 90 minutos para fazer o gol e sair campeões -, declarou.

Leia Também