quinta, 19 de julho de 2018

REORDENAMENTO

Cruzamento de avenidas terá alças para desafogar tráfego

16 NOV 2010Por Silvia Tada04h:00

Além de novas galerias que passarão sob a Avenida Mato Grosso, no cruzamento com a Via Parque, em Campo Grande, a região ganhará, pelos menos, mais três alças ligando as duas vias. Esses acessos ajudarão a desafogar o tráfego de veículos na rotatória que liga as avenidas que, nos horários de pico, costumam apresentar engarrafamento.

O secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, João Antônio De Marco, explicou que todas as melhorias serão entregues juntas, em dezembro. As alças devem ser feitas rapidamente, já que a região é plana e não será necessário grande aterramento.

Quem segue pela Via Parque no sentido Afonso Pena-Parque do Sóter, após passar pela Rua Antônio Maria Coelho, terá, à direita, uma opção de acesso à Avenida Mato Grosso, em direção ao Parque dos Poderes. Isso significa que o condutor não será obrigado a pegar a rotatória para depois virar à direita. Da mesma forma, quem está na Avenida Mato Grosso, no sentido bairro-centro, poderá acessar a nova alça à direita para ir em direção à saída de Cuiabá.

A terceira alça será da Avenida Mato Grosso (sentido centro-bairro) para a Via Parque (sentido Sóter-Afonso Pena). A única dúvida da Prefeitura é com relação a quem vem da direção do Parque do Sóter e pretende virar na Avenida Mato Grosso, já que ali está prevista a construção de um prédio da Plaenge. "Talvez a desapropriação fique muito cara. Estamos estudando, ainda", disse o secretário.

Liberação
Em 9 de agosto, a pista da Mato Grosso no sentido centro-bairro foi interditada para obras de contenção de enchentes. Sob a via começou a ser construída uma galeria de concreto, substituindo a tubulação metálica, para melhorar a vazão do Córrego Sóter.

A previsão era de que a pista fosse liberada para o tráfego em 15 dias. No entanto, houve mudança nos planos da prefeitura. No dia 18 de setembro, a outra pista da avenida, no sentido bairro-centro, também foi interditada e, agora, os administradores municipais optaram por liberar as duas vias juntas, no mês que vem, com a conclusão da obra completa.

Os problemas na região eram constantes durante o período de chuvas, com o transbordamento dos córregos Sóter e Prosa, que se encontram na altura do Parque das Nações Indígenas. Junto com as intervenções na região do Shopping Campo Grande e na Avenida Ricardo Brandão, as investimentos somam R$ 23 milhões, sendo R$ 20 milhões do Governo federal e o restante, contrapartida da prefeitura.

Leia Também