Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ANVISA

Critérios para classificar alimentos como ‘light’ são alterados

Critérios para classificar alimentos como ‘light’ são alterados
31/01/2014 09:30 - novohamburgo


A Agência Nacional de Vigilância – Anvisa, informou nesta quarta-feira, dia 30, que todos os alimentos produzidos no Brasil devem seguir a rigor as novas regras para colocarem nos rótulos informações nutricionais como “light”, “rico em”, “fonte de” e “não contém”. Estas normas já haviam sido comunicadas desde novembro de 2012.

De acordo com as normas, uma de suas medidas determina que a expressão “light” só deve ser colocada em alimentos que apresentarem redução mínima de 25% na quantidade de algum nutriente, como açúcar ou sódio, em comparação com uma versão convencional do mesmo produto.

Além disso, com o objetivo de evitar práticas enganosas, algumas regras determinam que, para um alimento qualquer, possuir em seu rótulo a seguinte informação: “fonte de” ou “rico” em alguma proteína, ele tem de atender a um critério de qualidade.

Com a nova regulamentação, se criou oito novas alegações nutricionais, com critérios para cada uma. “Sem adição de sal”, “não contém gorduras trans” e “fonte de” ou “alto conteúdo de” ácidos graxos ômega 3, 6 e 9, são as alegações.

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.