Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

Cristiano Ronaldo bate recorde de gols em uma edição do Espanhol

22 MAI 2011Por r712h:00

Não há mais discussão: Cristiano Ronaldo se tornou, neste sábado (21), no encerramento do Campeonato Espanhol, o maior artilheiro em uma única edição da competição nacional. O português balançou a rede duas vezes na vitória por 8 a 1 do Real Madrid sobre o Almería, no Santiago Bernabéu, e chegou a 40 gols marcados - o recorde anterior (de 38 gols) era de Hugo Sánchez e Telmo Zarra.

Para o clube merengue, a marca havia sido alcançada na rodada passada, quando ele fez dois gols. A Liga Espanhola, no entanto, credita a Pepe um gol anotado ainda na terceira rodada. Na ocasião, o atacante cobrou falta e contou com desvio nas costas do defensor para balançar a rede.

Artilheiro disparado do Espanhol - o segundo maior goleador foi Messi, que marcou 31 vezes -, Cristiano Ronaldo também anotou mais gols do que todo o time adversário. Passadas 38 rodadas, o último colocado e rebaixado Almería balançou a rede só em 36 oportunidades.

A comparação prova a inferioridade do Almería e justifica a facilidade do vice-campeão Real para se despedir com goleada. A equipe da capital precisou de quatro minutos para sair na frente: Sergio Ramos recebeu cruzamento e cabeceou para Cristiano Ronaldo tocar para a rede.

Aos 31min, Adebayor ampliou a vantagem do time comandado por José Mourinho. O atacante togolês recebeu ótimo passe de Ozil e tocou na saída do goleiro Esteban para fazer o segundo. No minuto seguinte, entretanto, a equipe visitante descontou, com gol de Kalu Uche.

No retorno do intervalo, o Real tratou de resolver o jogo com Benzema e Adebayor, que marcaram dois gols cada na etapa complementar. O francês fez aos dois e aos 18 minutos, ao passo que o togolês marcou seu segundo gol aos seis e o terceiro aos 27min.

O jogo estava completamente liquidado, mas Cristiano Ronaldo seguiu em campo para ampliar o recorde. Aos 22min, o português marcou com seu 40º gol. O português não foi substituído até o final, mas quem fez o oitavo do Real e fechou o massacre foi Joselu.

Leia Também