Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Crise derruba preço da reciclagem

24 FEV 10 - 06h:49
A crise mundial atingiu em cheio o setor de reciclagem. No final de 2008, o setor entrou em crise e só agora está começando a ter estabilidade. O quilo da lata de alumínio, que antes era vendido por até R$ 3,20, chegou ao preço mínimo de R$ 1,70 e hoje estabilizou na média de R$ 2,25. De acordo com o empresário Marcelo Michellis, o setor da reciclagem foi um dos mais prejudicados, chegando até mesmo a parar as compras. “O setor siderúrgico parou as compras por dois meses e a sucata de ferro, que anteriormente alcançava preço de até R$ 0,35 chegou ao valor R$ 0,12 por quilo”. O empresário lembra que o setor ainda não melhorou, mas está tomando fôlego aos poucos. “Hoje o preço da sucata já está em R$ 0,18, mas acredito que ainda pode melhorar”, ressalta. A compra de papelão e plást icos também sofreu grandes perdas. No auge da crise, era vendido por R$ 0,06 com preço atual de R$ 0,12 . Para Renne Lodi, que trabalha somente com a compra de papéis e plásticos na Capital, agora já é possível respirar. “Sofremos muito com a queda dos preços, alguns depósitos tiveram que fechar as portas e catadores pararam de entregar, já que não compensava mais”, explica o empresário. O catador Antônio sofreu as instabilidades do setor, mas resistiu e ainda hoje trabalha com o carrinho nas ruas da cidade. Com a coleta de recicláveis nas ruas e no comércio, ele já chegou a ganhar R$ 2 mil mensais, renda que caiu para R$ 600 e hoje com a retomada do setor, chega a R$ 1 mil. “A crise foi forte mas eu não sei fazer outra coisa na vida, só sei mexer com reciclagem. Tive que esperar a crise passar e hoje temos mais esperanças de que vai melhorar”, comemora.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Felpuda

Flamengo terá de pagar pensão a famílias e vítimas de incêndio
NINHO DO URUBU

Flamengo terá de pagar pensão a famílias e vítimas de incêndio

Novo partido de Bolsonaro tem sua criação registrada em cartório
ALIANÇA PELO BRASIL

Novo partido de Bolsonaro tem sua criação registrada em cartório

PRESIDENTE DA CCJ

Por 2ª instância, Simone Tebet propõe votar pacote anticrime da Câmara este ano

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião