Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

Crianças terão vacina contra tipo mais grave de meningite

17 SET 2010Por 19h:17

MICHELLE ROSSI

A partir da segunda semana de outubro, estará disponível nos postos de saúde de Mato Grosso do Sul a vacina contra a meningite do tipo meningocócica C, a forma mais grave da doença. Poderão ser vacinadas crianças entre 3 meses e 2 anos. A ação é viabilizada por meio do Ministério da Saúde que está enviando as doses da vacina de acordo com a demanda das regiões. Até o momento, a imunização só era possível  na rede particular e custava até R$ 200.
No Estado, há 41.228 mil crianças nesta faixa etária, de acordo com a gerente de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual, Bernadete Lewandowski. Em 2009, foram notificados 12 casos do tipo meningocócica em Mato Grosso do Sul, com 4 mortes, segundo o Ministério da Saúde. Em 2010, já foram registrados 3 casos, mas não houve mortes, pois foram diagnosticados rapidamente. (Veja mais dados em infográfico).
“Quando a doença é percebida em estágio inicial o tratamento tem chances de ser bem sucedido”, relatou  Bernadete Lewandowski. Encontro com coordenadores de vigilância em saúde de todos os municípios do Estado, que começou na quarta-feira e segue até hoje em Campo Grande, está instruindo os gestores na conduta com a aplicação da vacina e a importância de incluí-la no calendário anual. “Essa é uma demanda de muito tempo da saúde. Agora, com a vacinação em massa, a intenção é erradicar a doença que tem facilidade para se alastrar pois sua transmissão é feita principalmente por vias respiratórias`”, descreve a gerente.

Doença
A meningite causa a inflamação das membranas que envolvem o cérebro, chamadas meninges. As crianças são  acometidas com mais frequência pelos tipos da doença. No entanto, ela também pode atingir os adultos.
Os sintomas mais comuns são dor de cabeça, febre, vômito e rigidez na nuca. Os profissionais da área de saúde alertam que ao aparecerem os sintomas — comuns no diagnóstico em outras doenças — é preciso procurar rapidamente o auxílio médico.  
No ano passado, depois da morte de crianças, os deputados estaduais aprovaram projeto de lei para que a vacina contra dois tipos de meningite fosse disponibilizada na rede pública de saúde, mas as propostas foram vetadas. Posteriormente, o governo federal decidiu implantá-las gratuitamente.

Leia Também